Poodle 1

O Poodle é uma cachorro elegante, inteligente e afetuoso com a família.

Esta raça é mundialmente conhecida por sua pelagem encaracolada e por seus penteados extravagantes exibidos em shows e campeonatos.

Embora possam parecer delicados e sensíveis, Poodles foram originalmente criados para caça aquática, um trabalho que requer pular na água para buscar aves para os caçadores.

Até mesmo o padrão da sua tosa foi elaborado para ter uma finalidade prática.

Focinhos tosados para aliviar o peso da pelagem e impedir que detritos submersos na água se prendam nos pelos.

Articulações e órgãos vitais são mantidos com pelagem longa para proteger o Poodle das águas frias.

Sua origem da raça é incerta e bastante antiga, remonta para aos primeiros anos a.C. na Alemanha e França.

O nome Poodle é derivado da palavra alemã pudel, ou pudelin, que significa espirrar na água.

Na França, os Poodles são chamados Caniche, um nome derivado de chien canard, que significa cachorro-pato.

O Poodle foi classificado como o segundo cão mais inteligente do mundo, logo atrás do Border Collie.

 

Perfil da Raça Poodle

Grupo: Cães de Companhia

Expectativa de vida: de 12 a 15 anos.

Tamanho:

Existem três tamanhos de Poodle, todos considerados parte da mesma raça: o Toy, o Miniatura e o Standart.

O tamanho Standart é provavelmente a mais antiga das três variedades
Altura e Peso: Tanto machos como fêmeas podem ter:

Toys: 24 a 28 centímetros, e até 4kg

Miniatura: 28 a 38 centímetros, e de 6 a 8 kg

Standart: 45 a 60 centímetros, e até 18kg

Observação:

No Brasil, muitas pessoas acabam tendo suas próprias formas de classificar o Poodle.

Seja numerando pelos tamanhos que apresentam, como por exemplo, Poodle 1, Poodle 2.

Seja pelo nome que dão ao tamanho, como por exemplo, Poodle Micro, Poodle Médio.

Mas essa classificação não existe e não é aceita em nenhum outro lugar do mundo.

Destaques da Raça Poodle

A Pelagem do Poodle Demanda Bastante Cuidados

Poodles têm pelos encaracolados que crescem rapidamente.

Não costumam ficar longos pela sua própria característica enrolada, antes disso, eles irão se emaranhar se não forem bem cuidados.

Portanto a pelagem do Poodle precisa de manutenção a cada 4 ou 6 semanas.

Então, esteja preparado para levar seu Poodle para tosa a cada 2 meses pelo menos.

Sem o corte regular, a sua pelagem se tornará uma confusão emaranhada que pode até mesmo causar infecções dolorosas na pele e nas raízes dos pelos.

Poodles São Muito Inteligentes

Como dissemos acima, o Poodle é considerado o segundo cão mais inteligente do mundo.

Ao adestrar um Poodle você irá perceber que ele aprende rapidamente, obedece aos seus comandos, e guarda o aprendizado.

Por serem tão inteligentes, fazer o treinamento é necessário pois eles também podem aprender coisas erradas rapidamente.

Poodles São Cachorros Ideais Para Pessoas Alérgicas

Poodle são frequentemente citados como cães hipoalergênicos.

Apesar desta classificação realmente não existir, o Poodle é uma das raças menos propensas a causar uma reação alérgica em humanos.

Seus folículos capilares individuais têm um período de crescimento ativo que é mais longo do que o de muitas outras raças de cães.

A pelagem bem encaracolada retarda a queda de pelos e também de cabelos mortos, que se prendem nos cachos.

Por isso Poodles soltam menos pelos no meio ambiente.

História da Raça Poodle

A origem da raça Poodle ainda é incerta e contestada.

Embora tenha sido desenvolvido e ficado popular na França, acredita-se que sua origem foi na Alemanha.

A maioria dos Kennel Clubs afirmam que “Apesar da associação do Poodle com a França, a raça se originou como um caçador de patos na Alemanha” (AKC).

Alguns historiadores acreditam que a raça é o resultado de cruzamentos entre vários cães aquáticos da Europa, incluindo cães de caça aquática espanhóis, portugueses, franceses, alemães, húngaros e russos.

Já a FIC (Federação Internacional Cinológica) da qual França, Alemanha e outros países da Europa fazem parte, afirmam que a raça Poodle descende do Barbet francês.

Apesar das divergências históricas de origem, sabe-se que o Standard Poodle é um dos mais antigos cães de raça pura.

Ilustrações de cães semelhantes a Poodle adornam artefatos egípcios e romanos que datam dos primeiros séculos a.C.

Os desenhos e estátuas mostram cães que se parecem muito com os Poodles modernos, trazendo redes de caça, reunindo animais e recuperando aves dos pântanos.

O Poodle Standart foi o primeiro que surgiu, e em aproximadamente 1400 os criadores começaram a produzir versões menores do Poodle, primeiro o Miniatura e depois o Toy,  para encantar a burguesia parisiense.

As variedades menores foram obtidas de cruzas entre Poodles menores que eram selecionados, e não pela cruza com outras raças menores.

Os franceses usavam o Poodle Standard para caçar patos, e o Poodle Miniatura para farejar trufas na floresta.

O trabalho principal do minúsculo Poodle Toy, por outro lado, era servir como um companheiro para a nobreza e a classe rica de comerciantes.

Os ciganos e os viajantes descobriram que os Poodles se destacavam em outra profissão canina: o cão de circo.

Eles treinavam Poodles para fazer truques, os vestiam com fantasias e tosavam sua pelagem de um jeito extravagante, e tudo isso fazia parte de seu apelo artístico no palco.

Quando esta notícia chegou à nobreza, esta por sua vez começou a tosar e decorar seus Poodles e até mesmo morrer com seus companheiros Poodles.

Na França, Poodles são chamados de Caniches, palavra que significa cachorro-pato.

A França teve Poodle Toys como seu cães favoritos durante o reinado de Louis XVI.

Devido à sua popularidade na França, a raça Poodle foi reivindicada como uma representação nacional neste país.

Mas todo o continente europeu tinha apreço por esta raça.

O Poodle também foi o principal cão de estimação do final do século XVIII na Espanha, como mostram as pinturas do artista espanhol Francisco Goya.

Personalidade da Raça Poodle

Poodles têm um ótimo senso de humor e são naturalmente engraçados.

Eles são ágeis e inteligentes e portanto têm uma capacidade surpreendente de truques.

Mas essa inteligência pode se traduzir em teimosia.

Adoram agradar as pessoas e ser o centro das atenções os faz felizes.

Pode haver tanto semelhanças de comportamento como pequenas diferenças nos três tamanhos.

Os Poodles Standard são ativos e enérgicos, gostam de ter um trabalho para fazer, mas tendem a ser um pouco mais reservados do que os Poodles Miniatura e Toy.

Os Poodles Miniatura gostam de acompanhar seus humanos e são os mais ativos dos três tamanhos.

Eles podem ser maravilhosos cães de terapia.

Sua natureza empática e alegria em se envolver com as pessoas as tornam naturais para visitar pessoas em casas de repouso, hospitais e escolas.

Esta raça não gosta de ficar sozinha com muita frequência, e como consequência irá canalizar seu tédio de maneiras desaprovadas.

Então certifique-se de que suas mentes estejam ocupadas o suficiente para mantê-los fora do encrencas.

Sua inteligência permite que o adestramento seja feito em casa e inclusive, são ótimos para pequenos truques.

Experimente ensiná-los a levar uma garrafa para a lixeira ou a pegar levar seus chinelos.

Saúde do Poodle: Veja os Pontos Críticos

A raça Poodle tem uma expectativa de vida de 12 a 15 anos. São geralmente saudáveis, mas, como todas as raças, estão propensas a certos problemas de saúde.

Nem todos os Poodles vão adquirir essas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver pensando em ter um cachorro Poodle.

Epilepsia

É uma doença neurológica que pode ser herdada ou não.

A epilepsia causa convulsões leves ou graves que podem se mostrar como um comportamento incomum (como correr freneticamente como se fosse perseguido, andar cambaleando ou se escondendo) ou mesmo caindo, membros rígidos e perda de consciência.

É assustador assistir a uma convulsão, mas a epilepsia idiopática geralmente é tratável.

É importante levar o seu cachorro ao médico veterinário para um diagnóstico adequado, pois as convulsões podem ter outras causas e é essencial descobrir a causa para o tratamento.

Displasia de Quadril

Trata-se de uma deformidade genética na qual parte do osso do fêmur (cabeça do fêmur) não se encaixa adequadamente no encaixe do quadril (osso da bacia).

Hipotiroidismo

É causado por uma deficiência de hormônio da tireoide.

Os sinais que incluem infertilidade, obesidade, aborrecimento mental e falta de energia.

O pelo do cão pode tornar-se grosseiro e quebradiço e começar a cair, enquanto a pele fica dura e escura.

O tratamento para hipotireoidismo inclui a reposição do hormônio.

Geralmente, a medicação deve continuar durante toda a vida do cachorro.

Luxação Patelar

Ocorre quando a patela (osso do joelho) é deslocada da articulação. Este deslocamento pode ser total ou parcial.

Atrofia Retiniana Progressiva:

São distúrbios degenerativos do olho que eventualmente levam à cegueira permanente em ambos os olhos.

Adenite Sebácea

É uma doença genética da pele difícil de diagnosticar e muitas vezes é confundida com hipotireoidismo, alergias ou outras condições.

Nesta doença as glândulas sebáceas da pele ficam inflamadas por razões desconhecidas e acabam sendo destruídas.

Os cães afetados geralmente têm pele seca e escamosa, com queda de cabelo no topo da cabeça, pescoço e costas, pele espessa, odor desagradável e infecções secundárias na pele.

Hipoadrenocorticismo (Doença de Addison)

Essa é uma doença extremamente grave, que é causada por uma produção insuficiente de hormônios adrenais pela glândula adrenal.

A maioria dos cães com a doença de Addison vomita, tem pouco apetite e letargia.

Como esses sinais são vagos e podem ser confundidos com outras condições, é fácil perder essa doença como um diagnóstico até atingir estágios mais avançados.

Hiperadrenocorticismo: Doença de Cushing

Esta doença ocorre quando o corpo produz muito cortisol.

Pode ser devido a um desequilíbrio da glândula pituitária ou adrenal, ou pode ocorrer quando um cão tem excesso de cortisol resultante de outras condições.

Sinais mais comuns são polidipsia (beber muita água) e poliúria (urinar demais).

Necrose Asséptica da Cabeça do Fêmur

A maioria das raças toy são propensas a essa doença que envolve a articulação do quadril.

Nesta doença, o suprimento de sangue para a cabeça do fêmur (o grande osso da pata traseira) está diminuído, e a cabeça do fêmur que se conecta à pélvis começa a se desintegrar.

Normalmente, os primeiros sinais são claudicação (isto é, mancar) e atrofia do músculo da perna, e pode ocorrer quando filhotes, entre 4 a 6 meses de idade.

Esta doença pode ser corrigida com cirurgia para cortar o fêmur doente, de modo que ele não fique mais preso à pélvis.

Doença de Von Willebrand

Esta é uma doença genética hereditária que interfere com a capacidade do sangue de coagular.

O principal sintoma é sangramento excessivo após uma lesão ou cirurgia.

Outros sintomas incluem hemorragias nasais, sangramento nas gengivas ou sangramento no estômago ou nos intestinos.

A maioria dos cães com doença de von Willebrand pode levar uma vida normal.

Pelagem do Poodle

A pelagem do Poodle possui características diferenciadas.

O pelo é crespo, rígido e denso, e essa textura única pode ser aparada, cortada, arrumada de qualquer forma e manipulada em todos os tipos de formas extravagantes.

É uma pelagem fina e encaracolada, e dificilmente cai se espalhando pela casa e roupas.

Isso faz dessa raça uma ótima opção para pessoas alérgicas.

Também é uma pelagem que demanda cuidados.

Veremos estes cuidados no próximo tópico.

Cores da Raça Poodle

O Poodle pode ter variadas cores, as mais comuns são preto, branco e cinza.

Outras possibilidades de cores são: variações do preto como azul e prata, marrom e variações do marrom, como vermelho, abricot e creme.

Cuidados e Higiene Com o Poodle

Como já dissemos algumas vezes neste artigo, Poodles são cães de alta manutenção.

Ele exige cuidados regulares, a cada 4 a 6 semanas, às vezes com mais frequência, para manter o pelo em boas condições.

Mas não há motivo para temer.

Há muitas formas de tratar o pelo do Poodle, e alguns tutores optam por deixar seu pelo curto, sempre tosado.

A maioria dos proprietários paga um profissional, mas se você é dedicado e tem tempo, você pode aprender a cuidar do seu Poodle em casa.

Certifique-se de verificar as orelhas do seu Poodle com frequência toda semana por sujeira, vermelhidão ou mau cheiro que possa indicar uma infecção.

Então, limpe-as com uma bola de algodão umedecida com limpador de ouvido suave e pH balanceado para evitar problemas.

Raças com orelhas caídas são propensas a infecções de ouvido porque o canal auditivo permanece escuro e úmido.

Os poodles, principalmente os brancos, comumente sofrem com problemas da mancha da lágrima.

Para reduzir manchas, limpe em volta dos olhos e do rosto todos os dias com um lenço para animais de estimação sem álcool ou um pano umedecido com água morna.

Convívio do Poodle Com Crianças e Outros Pets

Poodles são cães sociáveis e amigáveis e costumam se dar muito bem com crianças.

Ele pode ser um companheiro maravilhoso e dedicado.

Leve em consideração que crianças pequenas podem não saber como lidar com um cachorro e acidentalmente acabar machucando um Poodle Toy.

Você deve sempre ensinar as crianças a abordar e tocar os cães, e sempre supervisionar quaisquer interações entre cães e crianças pequenas.

Por causa de seu tamanho maior, os Poodles Miniaturas são mais adequados para crianças pequenas do que os Toys.

Cães da raça Poodle também se dão muito bem com outros animais.

Mas lembre-se nunca aproxime dois cães que não se conhecem de forma imprudente.

Se o seu Poodle estiver acostumado a ser o único animal de estimação da família, ele pode precisar de algum tempo para aceitar outro coleguinha.

Se for socializado desde pequeno com outros animais, você com certeza não terá problemas.

Alimentação do Poodle

Uma dieta bem equilibrada é vital para manter seu Poodle saudável e feliz.

Para uma boa nutrição, garanta que a sua dieta contenha equilíbrio de todos os nutrientes essenciais.

Uma suplementação com vitaminas e minerais pode ser feita se necessário. Para isso, fale com seu veterinário.

Conhecer alguns fatores básicos de dieta e nutrição vai ajudar você a determinar que tipo de dieta é melhor para seu Poodle.

Como com todos os seres vivos, existem cinco elementos básicos que são necessários para a saúde ideal do seu Poodle

São eles: vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos (com restrição).

Outro elemento muito importante é a água, que é essencial para o organismo do seu Poodle.

As quantidades de cada elemento podem variar de acordo com a idade, nível de atividade, condições de saúde e/ou doença.

Todos estes nutrientes combinados, somam-se em suas calorias para montar uma dieta ideal.

Para calcular a quantidade de calorias que seu cachorro deve comer acesse esta calculadora de calorias própria para cachorros aqui.

Aconselhamos, no entanto, que o ideal é que você consulte o médico veterinário.
Ao escolher entre as opções de rações comerciais seca ou úmida (ou ambas) ou a alimentação natural para cachorros certifique-se de estar oferecendo a melhor nutrição.

Mantenha seu Poodle em boa forma, sempre colocando a quantidade correta de alimento, e dividindo em 2 ou 3 refeições ao dia.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre seu Poodle, queremos saber como é para você ter esse cachorro inteligente e afetuoso em sua casa.

Compartilhe conosco suas experiências com seu(s) Poodle(s) deixando um comentário.

Além disso, também criamos uma hashtag perfeita para você e seu Poodle.

Publique no seu Instagram, uma foto do seu Poodle com a seguinte hashtag #Poodlesincriveis.

Você poderá ter uma foto do seu Poodle aqui neste artigo!

Nos ajude também a compartilhar essas informações e ajudar centenas de milhares de pessoas com seus Poodles.

Compartilhe com seus amigos ou em suas redes sociais.

Um AUbraço! E até o próximo artigo!