Pastor Alemão 1

O Pastor Alemão é uma das raças de cachorro mais populares do mundo.

Ele é um protetor natural e tão inteligente quanto adaptável.

Esta raça foi desenvolvida para o trabalho e desde então realizou praticamente todos os trabalhos que um cão pode desempenhar.

O pastor Alemão pode se destacar no pastoreio e como cão policial (detectando drogas ilícitas, derrubando criminosos e na busca e salvamento de sobreviventes).

Também como cão guia para cegos e servir nas forças armadas.

Ele é um cão versátil, atlético e corajoso.

Pode ser descrito também como um companheiro energético, leal e dedicado.

O seu tamanho é imponente, e suas orelhas eretas e olhos escuros um charme a mais.

É preciso dedicação quando você tem um Pastor Alemão.

Portanto, esteja preparado para fornecer muito exercício e estimulação mental.

Essa e outras características você vai ver aqui neste super guia que a Cachorros Incríveis preparou para você.

Perfil da Raça Pastor Alemão

Grupo: Cão de Pastoreio

Tamanho: Porte Grande

Peso: Os machos podem pesar de 30 a 40 quilos, já as fêmeas podem pesar de 22 a 32 quilos.

Altura: Os machos podem medir em torno de 60 a 65 centímetros e as fêmeas podem medir de 55 a 60 centímetros.

Expectativa de vida: de 10 a 14 anos.

Origem: Alemanha

Pelagem: 2 tipos de pelagem são aceitas: Média e Longa

Cor: Bronze e Preto ou Vermelho e Preto

Destaques da Raça Pastor Alemão

O Pastor Alemão é Considerado o Terceiro Cão Mais Inteligente do Mundo

A inteligência é uma das características pelo qual o Pastor Alemão é famoso.

Stanley Coren, em seu livro sobre inteligência de cães, classificou o Pastor Alemão como a terceira raça em inteligência.

Ele ficou atrás das raças Border Collie e Poodle.

Os pastores alemães foram criados especificamente para sua inteligência.

De acordo com Coren, o Pastor Alemão tem a capacidade de aprender tarefas simples depois de apenas cinco repetições e obedecem ao primeiro comando dado em 95% do tempo.

O Pastor Alemão é Um Maravilhoso Cão de Trabalho

Sendo tão inteligentes como são, Pastores Alemães, vivem mais felizes se desempenham algum tipo de trabalho.

Ele é um cão de ação e precisa viver com uma pessoa ativa que lhe dará um trabalho digno de seus talentos.

Por esse motivo mesmo que Pastores exercem admiravelmente os mais variados trabalhos.

Eles são excelentes trabalhando com a Polícia sendo usados ​​para rastrear criminosos, patrulhar áreas problemáticas e detectar suspeitos.

Os Pastores também foram usados ​​pelo Exército.

Onde normalmente são treinados para avisar os soldados sobre a presença de inimigos, armadilhas e outros perigos.

Eles também são conhecidos por trabalhar com o Resgate na busca e resgate de sobreviventes – ou cadáveres 🙁

Eles são adequados para essas linhas de trabalho por causa de seu olfato aguçado e sua capacidade de trabalhar independentemente de distrações.

Pastores também são ótimos como cães de guarda.

E surpreendentemente são ótimos cães guia para cegos e para outros tipos de assistência.

Houve um tempo que o Pastor Alemão era a raça escolhida quase que exclusivamente para ser usada como cão-guia para os deficientes visuais.

Além do seu propósito inicial, isto é, trabalhar no pastoreio de ovelhas.

Eles são altamente capazes de aprender rapidamente várias tarefas e interpretar instruções melhor do que outras raças.

O Pastor Alemão é Um Excelente Cão de Guarda

O Pastor Alemão é um cão de guarda por natureza.

É um fator instintivo para esta raça proteger sua família.

Isso faz parte de sua herança como cão de pastoreio.

Um Pastor Alemão sempre vai mantê-lo dentro do seu campo de visão e som.

Ele pode se posicionar aos seus pés ou 5 a 10 metros de distância de você, mas ele nunca deixará você sair de vista.

E estará pronto para responder a qualquer ameaça.

Portanto, diz-se que não é necessário treiná-lo para segurança.

Mas socialização e adestramento positivo são sempre bem-vindos.

Isso deixará o seu Pastor bem-educado, perfeitamente adequado para viver e proteger a família.

História da Raça Pastor Alemão

Como o próprio nome sugere, o Pastor Alemão originou-se na Alemanha graças ao entusiasmo pela raça do capitão Max von Stephanitz.

Muito antes de sua criação, cães de pastoreio já eram utilizados na Alemanha e em toda a Europa.

Haviam muitos cães diferentes sem padrões de raças estabelecidos.

A partir da década de 1850, as comunidades locais começaram a criar e selecionar seus cães.

Eles buscavam preservar características que os ajudariam em seu trabalho de pastorear ovelhas e proteger seus rebanhos de predadores.

Os resultados foram positivos, porém os cães diferiram significativamente, tanto na aparência como na habilidade, de uma localidade para outra.

Em 1891 uma sociedade (Sociedade Phylax) foi criada com o intuito de estabelecer os padrões.

Porém, após 3 anos foi encerrada devido a divergências internas.

Então, em 1899, o capitão Max von Stephanitz começa o aprimoramento do Pastor Alemão.

Max von Stephanitz era um ex-capitão da cavalaria alemã e ex-aluno do Berlin Veterinary College.

Ele também era um ex-membro da Sociedade Phylax e acreditava firmemente que os cães pastores deveriam ser criados para trabalhar.

Ele admirava a inteligência, força e habilidade dos cães pastores nativos da Alemanha.

Mas não conseguiu encontrar uma única raça que o satisfizesse como o cão de trabalho perfeito.

Um dia em 1899, von Stephanitz estava assistindo a um show de cachorros quando lhe foi mostrado um cachorro chamado Hektor Linksrhein.

Ele ficou satisfeito com a força do cão e ficou tão impressionado pela inteligência, lealdade e beleza do animal que o comprou imediatamente.

Hektor era resultado de uma reprodução seletiva e representava o que von Stephanitz acreditava que um cão de trabalho deveria ser.

Depois de comprá-lo, von Stephanitz mudou seu nome para Horand von Grafrath e fundou a Verein für Deutsche Schäferhunde (Sociedade para o Pastor Alemão), sendo Horand o primeiro cão a ser registrado nesta sociedade.

Este cão veio a se tornar o primeiro Pastor Alemão registrado e o centro dos programas de reprodução.

Muitos dos seus filhos e netos foram cruzados entre si para fixar as características procuradas na raça.

O objetivo original de von Stephanitz era desenvolver cães de trabalho para pastoreio de ovelhas.

Hoje o Pastor Alemão é uma das raças mais conhecidas do mundo.

Sua fama se deve muito a uma estrela de cinema chamada Rin Tin Tin.

Rin Tin Tin foi um filhote encontrado em uma zona de batalha da Primeira Guerra Mundial pelo cabo americano Lee Duncan.

O canil de pastores na França tinha sido alvejado por balas e bombas e Duncan teria resgatado o filhote.

No final da guerra, Lee Duncan retornou para sua cidade, Los Angeles, levando consigo o filhote.

Duncan treinou e transformou o filhote em Rin Tin Tin, o primeiro cão do mundo a se tornar uma estrela de cinema.

Ele participou de vários filmes e no auge de sua fama recebia milhares de cartas por semana.

Uma grande discussão sobre a raça envolve uma disputa entre o Kennel Club da Inglaterra com os clubes de Pastor Alemão sobre a questão da solidez na raça das linhagens de exibição.

Essas linhagens foram criadas com uma linha superior extremamente inclinada (dorso) que causa uma marcha fraca nas patas traseiras.

Já as linhas de trabalho geralmente retêm a parte traseira reta tradicional da raça.

Esta discussão foi estimulada quando a questão foi levantada no documentário da BBC, Pedigree Dogs Exposed, que dizia que os críticos da raça o descrevem como “meio cachorro, meio sapo”.

Um veterinário ortopédico comentou sobre filmagens de cachorros em uma exposição que “não eram normais“.

O Kennel Club não acredita que esta conformação deve ser aceita, pois os cães podem sofrer problemas, principalmente de displasia de quadril.

*Curiosidade: von Stephanitz nomeou a raça Deutscher Schäferhund – que significa Pastor Alemão na língua alemã.

E a tradução direta do nome foi adotada para uso no registro oficial da raça.

No entanto, no final da Primeira Guerra Mundial, acreditava-se que a inclusão da palavra “alemão” prejudicaria a popularidade da raça.

Então, a raça foi oficialmente renomeada pelo Kennel Club Inglês para “Alsatian Wolf Dog” (cachorro-lobo de Alsácia).

Mas muitos criadores estavam preocupados que o Pastor Alemão iria tornar-se conhecido como um híbrido de lobos e cães.

E que isso afetaria a popularidade e a legalidade da raça.

Então após numerosas campanhas destes criadores a expressão cachorro-lobo foi abandonada.

O nome Alsaciano permaneceu por cinco décadas até 1977.

Entretanto, a palavra “alsaciano” ainda aparecia entre parênteses como parte do nome formal da raça e só foi removida em 2010.

Personalidade da Raça Pastor Alemão

O Pastor Alemão é uma raça confiante, leal e energético.

Ele também é um cão inteligente, fácil de treinar, dedicado e ama se divertir.

O Pastor Alemão é naturalmente protetor de sua casa e sempre o alertará sobre estranhos ou intrusos.

Entretanto, se você receber alguém em sua casa, seu Pastor Alemão também os aceitará.

Esta raça pode ser um grande companheiro para a família.

Ele é adaptável e pode morar em apartamentos e casas pequenas desde que você possa proporcionar-lhe caminhadas e exercícios diários.

Ele vai gostar de fazer caminhadas, perseguir uma bola ou se envolver em um esporte para cães.

Uma caminhada de meia hora duas vezes por dia, mais uma sessão vigorosa de jogo ou treino, é um bom começo.

O Pastor Alemão também vai apreciar muito ter um trabalho.

Você precisa fornecer estimulação mental, ensinando-o truques e fazendo-o ajudar em casa.

Não deixe que o seu Pastor Alemão fique entediado, caso contrário ele poderá apresentar comportamentos destrutivos, como destruir móveis e cavar buracos na terra.

Saúde do Pastor Alemão: Veja os Pontos Críticos

A raça Pastor Alemão tem uma expectativa de vida de 10 a 14 anos. São geralmente saudáveis, mas, como todas as raças, estão propensas a certos problemas de saúde.

Nem todos os Pastores Alemães vão adquirir essas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver pensando em ter um cachorro desta raça.

Displasia de Quadril

Trata-se de uma deformidade genética na qual parte do osso do fêmur (cabeça do fêmur) não se encaixa adequadamente no encaixe do quadril (osso da bacia).

Displasia de Cotovelo

É uma má-formação da articulação do cotovelo, onde as taxas de crescimento dos três ossos que a compõem causam frouxidão nesta articulação.

Torção-Dilatação Gástrica

Também chamada de vólvulo gástrico, essa doença é grave e causada pela torção total ou parcial do estômago dentro do abdome.

Afeta principalmente cachorros de porte grande, como o Pastor Alemão.

Sabe-se que um dos fatores para o desenvolvimento desta doença é a alimentação única, de forma voraz, seguida de exercício.

Esta condição é uma emergência veterinária e necessita de atendimento imediato.

Os cachorros afetados vão apresentar muita dor, pressão sanguínea diminuída, febre, abdome distendido.

Mielopatia Degenerativa

É uma doença progressiva e degenerativa da medula espinhal em cães e pode ter início a partir dos 8 anos de idade.

Na fase inicial, o cão mostra falta de coordenação nos movimentos e falta de apoio nas suas patas traseiras.

Pode também apresentar movimentos estranhos, como cambalear e arrastar um ou os dois pés ou andar com os nós dos dedos.

Alergias

São reações excessivas do sistema imunológico a um alérgeno, que é qualquer substância que seja capaz de induzir uma reação nesse animal em particular.

O tratamento para alergias deve ser direcionado a eliminar o alérgeno da convivência do cachorro.

Insuficiência Pancreática Exócrina

Esta é uma doença genética do pâncreas em que as células que produzem enzimas digestivas são destruídas.

Como resultado, o cão não consegue mais digerir e absorver alimentos.

Os primeiros sinais da condição são gases, perda de apetite, perda de peso e mudança nas fezes.

O cão fica muito magro e com muita fome.

O EPI é diagnosticado com um simples exame de sangue, e o tratamento também é simples: enzimas pancreáticas são adicionadas à comida do cão.

Com supervisão adequada de medicação, a maioria dos cães se recupera.

Pelagem do Pastor Alemão

Os Pastores Alemães têm um revestimento de duas camadas de pelos.

Os pelos superiores são bastante densos e espessos, já o subpelo é mais lanoso e macio.

A pelagem pode ser tanto média como longa.

O gene de pelos longo é recessivo, tornando a variedade de pelos longos mais rara.

Cores

As cores mais comuns do Pastor Alemão são o bronze e preto e o vermelho e preto.

A maioria dos Pastores também tem máscaras negras nos focinhos e também uma clássica “capa” negra no dorso.

Por esse motivo muitas pessoas se referem aos Pastores Alemães como “Pastores Capa Preta”.

Existem variações da cor da raça nas tonalidades Sable, Preto Puro, Branco Puro, Fígado e Azul.

Em termos competitivos, as cores fígado e azul são consideradas faltas sérias e a cor branca é motivo para desqualificação.

Cuidados e Higiene Com o Pastor Alemão

O Pastor Alemão costuma ter bastante queda de pelos.

Por isso é necessário fazer a escovação 1 a 2 vezes por semana para controlar melhor a queda.

Duas vezes por ano, no verão e no inverno, ele irá ter uma maior queda de pelos e pode ser necessário aumentar a frequência de escovação.

No que se refere a banhos, os Pastores costumam não precisar de banhos com muita frequência.

Geralmente, 1 vez a cada mês é suficiente.

Convívio do Pastor Alemão Com Crianças e Outros Pets

Os Pastores Alemães amam as crianças e são ótimos cães de família quando recebem socialização e treinamento precoces.

Ele também vai se dar bem com outros animais de estimação.

Especialmente se for socializado com eles desde a infância.

Alimentação do Pastor Alemão

Sabemos que o Pastor Alemão é um cachorro robusto e forte e, portanto, você deve dar conta das suas necessidades nutricionais.

Além do mais, a maneira mais rápida de fazer um cachorro feliz e saudável é por meio de uma alimentação balanceada.

Quer seja uma ração comercial ou uma alimentação natural para cachorros, é importante verificar os ingredientes para saber qual decisão tomar.

Então, se você alimentar seu Pastor Alemão corretamente, eles serão mais enérgicos, terão menos problemas de saúde e estarão menos propensos ao ganho de peso.

Igualmente, com uma alimentação saudável, sua pele e pelagem também ficarão excelentes, com brilho e maciez, e com certeza ele terá menor queda de pelos.

Então, para garantir todos os nutrientes que o seu Pastor Alemão precisa, vamos dar uma olhada nas necessidades dele.

Nutrientes Necessários Para o Pastor Alemão: Como Escolher a Melhor Nutrição

O principal item da dieta de um Pastor Alemão, assim como de outras raças de cachorros, é a carne.

Da carne são extraídas as proteínas, aminoácidos e uma pequena porcentagem de gordura, dos quais ele necessita.

Se você observar no rótulo da sua ração preferida, o primeiro item da lista é geralmente uma proteína.

As fontes de proteína saudáveis e próprias para consumo são a carne, a farinha de carne ou então frango e farinha de frango.

Recuse as formulações com farinha de penas, farinha de ossos, farinha de carne e ossos, farinha de subprodutos, farelo de milho, farelo de soja, soja, trigo ou milho.

A porcentagem de proteínas para um Pastor Alemão pode variar de acordo com as idades:

  • para um Pastor Alemão adulto é de 22 a 26% de proteína
  • para um Pastor Alemão filhote vai de 24 a 28% de proteína

Certifique-se que seu Pastor Alemão está consumindo estas proteínas para que ele desenvolva uma boa saúde.

Um bom nível de proteínas na dieta também ajudará a evitar o sobrepeso, uma vez que a alimentação com proteínas favorece o metabolismo e evita o acúmulo de gorduras.

Falando em gorduras, este é o segundo nutriente necessário na dieta do seu Pastor Alemão.

A gordura é uma fonte de energia principalmente para filhotes, que estão em fase de crescimento.

Assim como as proteínas, filhotes necessitam de maior nível de gorduras, em torno de 14 a 18%, quando para um adulto é de 12 a 16%.

Assim como falado neste artigo sobre os Labradores Retrievers, todos os cachorros não necessariamente precisam de carboidratos em suas dietas.

Os alimentos do seu Pastor Alemão nunca devem conter conservantes químicos, açúcar ou corantes artificiais.

Preço de um Filhote de Pastor Alemão

Essa é uma dúvida frequente de muitas pessoas que estão em busca do seu filhote perfeito.

O preço de um filhote de Pastor Alemão pode variar absurdamente, de um criador para outro.

Algumas variáveis que compõem o preço de um filhote, seja ele Pastor Alemão ou de outra raça, são:

  • os custos que o criador tem para adquirir e para manter as matrizes;
  • os custos de todos os cuidados dispensados para produzir uma ninhada;
  • os custos com veterinários e outros profissionais envolvidos.

Ou seja, quanto maior o nível de profissionalismo e cuidados com todos os animais envolvidos, maior é o preço de um filhote.

Em contrapartida, infelizmente, existem criadores que mantêm seus cães em situações de vida insalubres e, por isso têm um preço mais baixo.

Fuja deles.

Essas questões não são vias de regra, por isso, é totalmente indicado que você pesquise a fundo como são as condições de criação e a reputação deste criador de cães.

Faça várias visitas ao canil, de preferência sem hora marcada para certificar de que está fazendo uma escolha certa.

Em nossa pesquisa encontramos preços de Pastor Alemão entre R$500,00 a R$3.500,00 reais.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre seu Pastor Alemão, queremos saber como é para você ter esse cachorro leal e protetor em sua casa.

Compartilhe conosco suas experiências com seu(s) Pastor Alemão(es) deixando um comentário.

Além disso, também criamos uma hashtag perfeita para você e seu Pastor Alemão.

Publique no seu Instagram, uma foto do seu Pastor Alemão com a seguinte hashtag #PastoresAlemãesIncriveis

Você poderá ter uma foto do seu Pastor Alemão aqui neste artigo!

Nos ajude também a compartilhar essas informações e ajudar centenas de milhares de pessoas com seus Pastor Alemão..

Compartilhe com seus amigos ou em suas redes sociais.

Um AUbraço! E até o próximo artigo!