Mastim Napolitano 6

O Mastim Napolitano é uma raça de cães de guarda que foi desenvolvida no sul da Itália.

Aliás, esses cães são os mais antigos cães nativos da Itália.

A essência do Mastim Napolitano é sua aparência bestial, cabeça impressionante, tamanho e atitude imponentes – segundo consta no padrão da raça.

Embora sua aparência possa ser um pouco imponente, eles são conhecidos por sua natureza amável e carinhosa.

E, apesar de terem sido criados para cães de guarda, hoje essa raça maciça é conhecida como um gigante gentil.

Eles são cães muito grandes e pesados ​​e ostentam uma enorme quantidade de pele solta em torno de seus rostos e pescoços.

No ambiente certo e com a quantidade certa de socialização e treinamento, seria difícil encontrar um cão mais leal e amoroso do que o Mastim Napolitano

Mas eles não são recomendados para tutores de primeira viagem!

O Mastim Napolitano não é um cão de apartamento!

Os Mastinos, como costumam ser chamados na Itália, precisam de espaços grandes o suficiente para se movimentarem.

E, para ficarem em forma, eles precisam de espaço e exercício moderado.

A agressividade com outros animais pode ser um problema real!

Não que eles sejam ferozes em atacar, mas, pelo seu tamanho, podem “acabar” com seu adversário.

Perfil da Raça Mastim Napolitano

Grupo: Cães de Guarda

Tamanho: Porte Gigante

Peso: Os machos podem pesar de 60 a 70 quilos, já as fêmeas, de 50 a 60 quilos.

Altura: Os machos podem ter de 63 a 77 centímetros, já as fêmeas, de 58 a 70 centímetros de altura.

Expectativa de vida: de 8 a 10 anos.

Origem: Itália

Pelagem: curta, lisa

Cores: Preto, Tigrado, Azul, Mogno, Fulvo

Destaques da Raça Mastim Napolitano

Mastins Napolitanos Precisam de Muito Espaço

Os Mastins são cães enormes e desajeitados que ocupam muito espaço em sua casa.

Esta raça é mais adequada para casas com um quintal amplo onde podem patrulhar livremente.

Eles amam o ar livre, mas também amam estar com sua família.

Então não devem morar dentro de casas pequenas, mas também não devem ser deixados sozinhos no quintal.

Mastins Napolitanos São Ótimos Cães de Guarda

Os Mastins Napolitanos têm uma aparência temível e um latido profundo, ambos geralmente são mais do que suficientes para deter até mesmo os criminosos mais atrevidos.

Por isso, torna-se um cão de guarda imponente, fazendo dele sério e seguro de si com estranhos, mas geralmente de maneiras gentis.

É essencial socializar muito bem o Mastim Napolitano quando ele é jovem para que ele aprenda a reconhecer o comportamento dos “mocinhos”.

Pois alguns indivíduos têm instintos protetores.

Então ele pode reconhecer a diferença quando alguém age de forma anormal.

Mastins Napolitanos Precisam de Exercícios Regulares

Os Mastins adultos precisam de exercícios suficientes para mantê-los em forma.

Mas não faça isso em climas quentes ou úmidos para evitar superaquecimento.

Mastins Napolitanos jovens precisam de um pouco de exercícios, o suficiente para mantê-los magros e saudáveis.

Mas não se trata de exercícios de alta performance, pois seus ossos, articulações e ligamentos estão em fase de crescimento e podem ser danificados com exercícios pesados.

Proporcione o equilíbrio adequado de exercício.

Mastins Têm Uma Expectativa de Vida Curta

Esteja ciente de que, devido ao seu tamanho, ele tem um tempo de vida relativamente curto, de aproximadamente oito anos. 🙁

Isso significa que ele ocupa um espaço enorme em seu coração por um curto período de tempo.

Mastins Napolitanos São Babões

A maioria das pessoas não está preparada para o quanto os Mastins Napolitanos babam!

Especialmente depois de comer ou beber.

Quando eles balançam a cabeça, você estará limpando a saliva de suas roupas e móveis.

História da Raça Mastim Napolitano

Cães do tipo mastim existem há milênios.

Acredita-se que o Mastim Napolitano tenha se originado no Tibete há mais de 5.000 anos e, portanto, é um dos cães mais antigos do tipo mastim.

Acredita-se também que eles são os descendentes de uma das raças mais antigas, isto é, os Molossus que eram cães de combate que os romanos usavam na arenas.

O cão que se tornou o Mastim Napolitano foi desenvolvido no sul da Itália, nas proximidades de Nápoles, da qual ele leva o seu nome.

Os criadores napolitanos concentraram-se na criação de um cão que era enorme em tamanho, com pele pesada e solta que o protegeria em caso de ataque.

Eles também queriam um cachorro que fosse leal e amoroso com os membros da família.

Os romanos levaram esses cães consigo quando invadiram a Europa, deixando-os para trás assim que deixaram o restante do continente europeu.

Os cães foram, então, usados ​​em fazendas para proteger e conduzir o gado contra predadores, tais como lobos e ursos.

Eles também eram frequentemente usados ​​como cães de combate nas chamadas Bull Baitings (veja nosso artigo sobre o Buldogue Inglês).

No entanto, em 1800 os esportes de lutas com cães e touros começou a declinar e, como resultado, o número de Mastins caiu, fazendo a raça desaparecer praticamente por completo.

Mas, graças aos esforços de um homem, o Comissário Thompson, a raça sobreviveu.

E, dizem alguns especialistas, a maioria dos Mastins que vemos hoje podem ter rastreada sua ancestralidade até um dos cães que Thompson criou.

No ano de 1946, em uma exposição de cães em Nápoles, o jornalista Piere Scanziana viu o Mastim Napolitano e reconheceu a raça como um remanescente vivo do Império Romano.

Talvez um descendente dos mastins de Épiro que acompanharam o cônsul romano Paolo Emilio em sua entrada triunfal na cidade depois de derrotar Perseo da Macedónia.

Scanziani se interessou pela raça e trabalhou para torná-la ainda mais conhecida.

Ele foi fundamental na escrita do padrão da raça e no reconhecimento do Mastim Napolitano pelo registro nacional de cães da Itália.

Um dos cães de Scanziani, Guaglione, foi o primeiro membro da raça a se tornar um campeão italiano.

Hoje, esses magníficos cães ainda são muito apreciados por muitas pessoas em todo o mundo e os filhotes ainda têm preço alto graças à sua natureza encantadora e a um visual único.

Personalidade da Raça Mastim Napolitano

Embora extremamente grande e imponente, o Mastim Napolitano é conhecido por ser um gigante realmente gentil e um cão que ama muito o contato humano.

Esse cão carinhoso não tem consciência do seu tamanho e vai alegremente se aconchegar a você.

Os Mastins gostam de estar envolvidos em um ambiente doméstico e fazer parte da família amorosa.

Como tal, eles são uma boa escolha para as famílias onde uma pessoa geralmente fica em casa quando todo mundo está fora para que ele nunca fique sozinho por muito tempo.

Eles não são uma boa escolha para as famílias que ficam fora de casa durante a maior parte do dia, pois isso poderia levar um Mastim Napolitano a desenvolver alguns problemas comportamentais indesejados.

Destrutividade, quando entediado ou deixado sozinho, e ansiedade de separação são alguns problemas que você pode enfrentar.

Devido ao seu tamanho extra-grande, eles não são as melhores opções para os tutores de primeira viagem.

Eles são, no entanto, uma escolha muito boa para pessoas que estão familiarizadas com esses tipos de cães muito grandes e que têm quintais ultra grandes e seguros, onde os seus cães podem andar como bem entenderem sempre que possível.

Ele também é um cão de guarda muito bom com o seu tamanho intimidador, especialmente para quem não está familiarizado com a raça.

Apesar disso, eles são incrivelmente gentis e leais aos seus donos.

A socialização e adestramento devem começar o mais cedo possível, porque esses cães grandes precisam saber a quem devem obedecer.

Alguns são passivamente teimosos, enquanto outros são intencionais ou dominantes (eles querem ser o chefe).

Os Mastins são altamente inteligentes e aprendem coisas novas com extrema rapidez, incluindo os bons e os maus comportamentos.

Como muitos outros cães, o Mastim é um cachorro bastante sensível por natureza e, como tal, eles não respondem bem a qualquer tipo de correção severa ou métodos de treinamento pesados.

Eles respondem bem ao reforço positivo, especialmente quando recebem seus comandos de forma firme, porém suave, desde o início.

Mastins Napolitanos podem ser preguiçosos e se tornarão obesos se não fizerem muito exercício.

Certifique-se de que seu cão mantenha um peso saudável para evitar doenças que possam reduzir significativamente sua expectativa de vida.

Saúde do Mastim Napolitano: Veja os Pontos Críticos

A raça Mastim Napolitano tem uma expectativa de vida de 8 a 10 anos. São geralmente saudáveis, mas, como todas as raças, estão propensas a certos problemas de saúde.

Nem todos os Mastins vão adquirir estas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver pensando em ter um cachorrinho dessa raça

Displasia de quadril

Ocorre desenvolvimento anormal e/ou degeneração da articulação coxofemoral (quadril).

Displasia de Cotovelo

É uma má-formação da articulação do cotovelo em que as taxas de crescimento dos três ossos que a compõem causam frouxidão nesta articulação.

Trata-se de um problema muito comum em raças de cachorros de grande porte.

Cardiomiopatia

Esta é uma doença onde o músculo cardíaco se torna fino e fraco.

É caracterizada por uma expansão ou dilatação do coração, resultando em um coração anormalmente grande.

Esta doença eventualmente resulta em insuficiência cardíaca, uma vez que o músculo cardíaco danificado é muito fraco para bombear com eficiência o sangue para o resto do corpo.

Cherry Eye “Olho de Cereja”

Esta doença ocorre quando a glândula da terceira pálpebra aumenta e fica inchada. Parece uma massa vermelha – uma cereja – no canto interno do olho do cachorro.

O tratamento para  esta doença é geralmente a cirurgia.

Torção-Dilatação Gástrica

Muito comum em animais de grande porte.

Nesta doença pode ocorrer a torção completa ou parcial do estômago.

Pode acontecer principalmente com cachorros que são alimentados apenas uma vez ao dia e, logo em seguida, fazem exercícios vigorosos.

Sem atendimento veterinário imediato o cachorro pode morrer.

Ectrópio:

Ectrópio é uma condição física em que a pálpebra vira para fora, expondo a pálpebra interna sensível a condições ambientais adversas.

Osteocondrose Dissecante (OCD):

Esta doença é causada pelo crescimento impróprio da cartilagem nas articulações, geralmente ocorre nos cotovelos, mas também pode acometer os ombros.

Promove endurecimento doloroso da articulação até o ponto em que o cachorro não consegue mais movimentá-la.

Câncer

Cães, como seres humanos, podem desenvolver câncer.

Existem muitos tipos diferentes de câncer e o sucesso do tratamento difere para cada caso individual.

Para algumas formas de câncer, os tumores são removidos cirurgicamente, outros são tratados com quimioterapia e alguns são tratados com ambos.

Problemas de Pele

Os Mastins são altamente propensos a terem problemas de pele. Muitas vezes devido às dobras da pele que podem causar um ambiente propício para proliferação de fungos e bactérias.

Veja os principais problemas aqui:

  • Piodermite: é uma infecção de pele causada por bactérias.
  • Dermatite de dobra: muito comum nessa raça devido às dobras em sua pele. Pode ser grave se não tratado com cuidado, talvez até mesmo seja necessária a remoção cirúrgica da dobra. A melhor prevenção é manter o local sempre limpo.
  • Alergias: são reações excessivas do sistema imunológico a um alérgeno, que pode ser qualquer substância que seja capaz de induzir uma reação.
  • Demodicose: é causada pelo ácaro Demodex Canis e conhecida popularmente como Sarna Demodécica ou Sarna Negra.
  • Infecções fúngicas: se o seu Mastim cheira ruim, é comichão e tem pele enegrecida e engrossada, isso pode ser uma infecção por fungos. Ela geralmente afeta as axilas, pés, focinho, pescoço e dentro das orelhas. Seu médico pode prescrever medicamentos para esclarecer isso.

Pele e Pelagem do Mastim Napolitano

O Mastim Napolitano possui uma pelagem fina e curta, que é áspera ao toque e possui um brilho natural lindo.

Ele costuma ter leve queda de pelos durante o ano e troca de pelo duas vezes ao ano – no verão e no inverno.

Apesar da pelagem fina, sua pele é espessa e abundante.

O rosto do Mastim é formado por rugas e dobras pesadas e aveludadas que se estendem da margem externa das pálpebras à barbela (a pele solta e pendente sob a garganta e o pescoço).

Limpar e manter as rugas secas é uma parte importante dos cuidados com a raça.

Cores do Mastim Napolitano

  • Preto
  • Tigrado
  • Azul
  • Mogno
  • Fulvo

Cuidados e Higiene Com o Mastim Napolitano

O Mastim não é um cão de alta manutenção no departamento de higiene graças às suas pelagens curtas e lisas.

Entretanto, as dobras e rugas ao redor de seus rostos e em outras partes do corpo precisam ser verificadas e limpas regularmente.

Também é essencial secar as dobras depois de lavá-las, pois, se deixadas úmidas, fornecem o ambiente perfeito para o florescimento de bactérias, o que pode levar a uma infecção.

Eles têm pouca queda de pelos ao longo do ano e a escovação é pouco necessária, sendo 1 vez a cada semana ou a cada 15 dias suficiente.

Mas na época em que trocam de pelos  – 2 vezes ao ano, no verão e no inverno – pode ser necessário aumentar a frequência de escovação para 2 vezes por semana.

Os Mastins precisam receber a quantidade certa de exercício diário que deve ser de aproximadamente 60 minutos por dia.

Eles sentem muito os climas mais quentes e úmidos e, por isso, é essencial que seu exercício seja no início da manhã ou então à noite.

Já os filhotes de Mastim Napolitano não devem receber muito exercício porque suas articulações e ossos ainda estão crescendo.

E, com muita pressão sobre suas articulações, eles podem apresentar problemas mais tarde em suas vidas.

Eles não devem ser autorizados a pular, seja para subir ou descer do sofá e outros móveis.

Nem mesmo devem poder subir e descer as escadas, porque isso coloca muita pressão sobre as articulações e membros ainda em crescimento.

O exercício não deve ser muito vigoroso até que o cão tenha cerca de 2 anos de idade, quando geralmente parou de crescer.

Convívio do Mastim Napolitano Com Crianças e Outros Pets

Os Mastins Napolitanos são bons para crianças mais velhas, mas podem ser grandes demais para uma criança pequena.

Eles podem derrubar ou pisar em crianças pequenas e, sem querer, machucá-las.

Por isso, o Mastim Napolitano não é a melhor escolha para famílias com crianças muito jovens.

A agressão a animais é potencial, principalmente com outro cão do mesmo sexo.

Eles também exibem comportamento predatório em relação a gatos e outros animais que correm.

Obviamente, um cão desse tamanho e poder é capaz de ferir gravemente ou matar outros animais menores.

Alimentação do Mastim Napolitano

Sabemos que o Mastim Napolitano é um cachorro robusto e forte, portanto você deve dar conta das suas necessidades nutricionais.

Além do mais, a maneira mais rápida de fazer um cachorro feliz e saudável é por meio de uma alimentação balanceada.

Quer seja uma ração comercial ou uma alimentação natural para cachorros, é importante verificar os ingredientes para saber qual decisão tomar.

Então, se você alimentar seu Mastim Napolitano corretamente, eles serão mais enérgicos, terão menos problemas de saúde e estarão menos propensos ao ganho excessivo de peso.

Igualmente, com uma alimentação saudável, sua pele e pelagem também ficarão excelentes, com brilho e maciez e com certeza ele terá menos queda de pelos.

Então, para garantir todos os nutrientes que o seu Mastim Napolitano precisa, vamos dar uma olhada nas suas necessidades.

Nutrientes Necessários Para o Mastim Napolitano: Como Escolher a Melhor Nutrição

O principal item da dieta de um Mastim Napolitano, assim como de outras raças de cachorros, é a carne.

Da carne são extraídas as proteínas, aminoácidos e uma pequena porcentagem de gordura, dos quais ele necessita.

Se você observar no rótulo da sua ração preferida, o primeiro item da lista é geralmente uma proteína.

As fontes de proteína saudáveis e próprias para consumo são a carne, a farinha de carne ou então frango e farinha de frango.

Recuse as formulações com farinha de penas, farinha de ossos, farinha de carne e ossos, farinha de subprodutos, farelo de milho, farelo de soja, soja, trigo ou milho.

A porcentagem de proteínas para um Mastim Napolitano pode variar de acordo com a idade:
  • para um Mastim Napolitano adulto é de 22 a 26% de proteína
  • para um Mastim Napolitano filhote, de 24 a 28% de proteína

Certifique-se de que seu Mastim Napolitano está consumindo essas proteínas para que ele desenvolva uma boa saúde.

Um bom nível de proteínas na dieta também ajudará a evitar o sobrepeso, uma vez que a alimentação com proteínas favorece o metabolismo e evita o acúmulo de gorduras.

Falando em gorduras, este é o segundo nutriente necessário na dieta do seu Mastim Napolitano.

A gordura é uma boa fonte de energia principalmente para filhotes, que estão em fase de crescimento.

Assim como as proteínas, filhotes necessitam de maior nível de gorduras, em torno de 14 a 18%, enquanto que para um adulto o ideal é de 12 a 16%.

Assim como falado no artigo sobre os Labradores Retrievers, todos os cachorros não necessariamente precisam de carboidratos em suas dietas.

Os alimentos do seu Mastim Napolitano nunca devem conter conservantes químicos, açúcares ou corantes artificiais.

Consequências e Perigos de Uma Nutrição Inadequada

Se você não está alimentando seu Mastim Napolitano corretamente, sua saúde ficará prejudicada.

Como eu citei acima,  Mastim Napolitanos estão propensos a obesidade. Quando eles não estão recebendo alimentos saudáveis ​​em  sua dieta, como guloseimas inadequadas, você acaba sobrecarregando seu sistema e eles podem ganhar peso.

E, definitivamente, um Mastim Napolitano gordo não é saudável e também não é feliz.

A obesidade predispõe ao aparecimento de outras doenças, como Diabetes e doenças articulares e pode até causar a morte precoce!

A expectativa de vida de Mastim Napolitano obeso é muito menor que a expectativa de um cachorro saudável.

Em outro extremo, um Mastim Napolitano com uma alimentação pobre em nutrientes pode se tornar um cachorro magro, com aparência de mal cuidado.

Seus pelos se tornam opacos e quebradiços e eles podem ter atraso no desenvolvimento dos ossos.

Podem ser mais suscetíveis a doenças transmissíveis porque sua imunidade está baixa.

Preço de um Filhote de Mastim Napolitano

Essa é uma dúvida frequente para muitas pessoas que estão em busca do seu filhote perfeito.

O preço de um filhote de Mastim Napolitano pode variar absurdamente de um criador para outro.

Algumas variáveis que compõem o preço de um filhote, seja ele Mastim Napolitano ou de outra raça, são:

  • Os custos que o criador tem para adquirir e para manter as matrizes;
  • Os custos de todos os cuidados dispensados para produzir uma ninhada;
  • Os custos com veterinários e outros profissionais envolvidos.

Ou seja, quanto maior o nível de profissionalismo e cuidado com todos os animais envolvidos, maior é o preço de um filhote.

Em contrapartida, infelizmente, existem criadores que mantêm seus cães em situações de vida insalubres e, por isso, têm um preço mais baixo.

Fuja deles!

Estas questões não são a regra e, por isso, é totalmente indicado que você pesquise a fundo como são as condições de criação e a reputação desse criador de cães.

Faça várias visitas ao canil, de preferência sem hora marcada, para se certificar de que está fazendo a escolha certa.

Em nossa pesquisa, encontramos preços de Mastim Napolitano entre R$3.000,00 a R$5.000,00.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre seu Mastim Napolitano, queremos saber como é seu convívio e de sua família com essa raça incrível.

Compartilhe conosco suas experiências com seu Mastim Napolitano deixando um comentário.

Além disso, também criamos uma hashtag perfeita para você e seu Mastim Napolitano.

Publique no seu Instagram uma foto do seu Mastim Napolitano com a seguinte hashtag #mastinsnapolitanosincriveis.

Você poderá ter uma foto do seu Mastim Napolitano aqui neste artigo!

Nos ajude também a compartilhar essas informações e ajudar centenas de milhares de pessoas com seus Mastim Napolitano.

Compartilhe com seus amigos e em suas redes sociais.

Um AUbraço! E até o próximo artigo!