mastiff inglês 1

O Mastiff Inglês é uma das maiores raças de cães do mundo.

Apesar de seu enorme tamanho e uma aparência imponente, eles são famosos por sua gentileza, sendo freqüentemente chamados de um gigante gentil.

Nos séculos passados, a raça foi usada para uma enorme variedade de propósitos e muitos deles exigiam que esses cães fossem altamente agressivos.

Mas essa característica praticamente desapareceu.

Eles realmente têm uma natureza inteligente, calma e dócil e são considerados bons com crianças.

No entanto, os Mastiffs mantêm um instinto protetor e podem liberar reservas internas de agressão se sentirem que sua família está sendo ameaçada.

Por isso, esses cães gigantes podem ser cães de guarda ideais, apesar de serem conhecidos por relutarem em latir.

Os Mastiffs também são cães sobreviventes.

A raça foi várias vezes resgatada à beira da extinção em sua terra natal, a Inglaterra.

Infelizmente, como outras raças de cães gigantes, a expectativa de vida do Mastiff tende a ser menor do que a média dos cães.

No entanto, com os devidos cuidados, você pode ajudar seu Mastiff a ter uma vida plena e saudável.

Por isso, continue lendo para ver essas e outras características do Mastiff Inglês neste guia completo que a Cachorros Incríveis preparou para você.

Perfil da Raça Mastiff Inglês

Grupo: Cães de Trabalho

Tamanho: Porte Gigante

Peso: Os machos podem pesar de 73 a 100 quilos, já a fêmeas, de 54 a 77 quilos.

Altura: Os machos podem ter de 70 a 91 centímetros, já as fêmeas, de 75 a 83 centímetros de altura.

Expectativa de vida: de 8 a 12 anos.

Origem: Inglaterra

Pelagem: curta e lisa

Cores: Tigrado, Fulvo, Abricot

Destaques da Raça Mastiff Inglês

O Mastiff Inglês Tem Uma Expectativa de Vida Curta

Esteja ciente de que, devido ao seu tamanho, ele tem um tempo de vida relativamente curto, de aproximadamente oito a doze anos. 🙁

Isso significa que ele ocupa um espaço enorme em seu coração por um curto período de tempo.

É Bastante Oneroso Ter Um Mastiff Inglês

Tudo custa mais quando você tem um cachorro gigante – coleiras, medicamentos veterinários, banhos, alimentação…

A alimentação é uma das grandes despesas, visto que o Mastiff vai comer muito!

E não queira oferecer um alimento de má qualidade, pois o alimento correto vai ajudar a evitar problemas articulares nessa raça.

Além disso, você precisará de uma caixa e de um veículo para transporte que sejam grandes o suficiente para que ele caiba.

Mastiffs Precisam de Adestramento e Socialização

Todos os cães precisam de adestramento e socialização, inclusive os Mastiffs.

Esses cães podem ter fortes instintos de proteção e precisam ser devidamente adestrados para que possam ser facilmente gerenciados, apesar de seu tamanho.

E socializados com pessoas e animais.

Do contrário, poderão ficar com medo de novas situações e tímidos com estranhos, o que poderia levar a mordidas.

Também podem desenvolver agressividade em relação a outros animais e seu tamanho e força os tornam perigosos se não souberem como interagir com eles.

Mastiffs não são recomendados para proprietários novos ou tímidos.

Eles respondem melhor ao adestramento com reforço positivo, especialmente se envolver muitos abraços e elogios.

Mastiffs e Exercícios

Mastiffs tendem a ser preguiçosos e precisam de exercícios diários para não ganhar muito peso.

Como também, sem exercício e estimulação, eles podem se tornar entediados e destrutivos.

Entretanto, é preciso levar em consideração a idade do cachorro e a temperatura, pois essa raça pode superaquecer facilmente.

História da Raça Mastiff Inglês

Os ancestrais do Mastiff Inglês eram cães do tipo molosser – também conhecidos como mastim – um cão de trabalho grande, originário das montanhas da Ásia Central, que era usado ​​para proteger e rebanho de gado em um ambiente hostil.

Não se sabe exatamente como, mas esses cães antigos caminharam por todo continente Asiático, Norte da África e também na Europa, participando da origem de muitas raças.

Entre essas, destacam-se os cães usados ​​para combates em anfiteatros romanos, trancados em combate mortal uns com os outros, com prisioneiros e até mesmo com leões.

Bem como algumas matilhas de cães de guerra que viajavam com os mongóis e os exércitos romanos para a batalha.

Escavações de ruínas antigas da Babilônia revelaram descrições de cães do tipo mastim lutando contra leões, o que é um testemunho da ferocidade e coragem que esses cães antigamente possuíam.

Enquanto isso, em um ambiente menos exótico, os antigos ingleses desenvolveram um cão derivado de mastins, o Pugnaces Britanniae, que foi considerado um guerreiro mais agressivo e, ao mesmo tempo, mais leal e confiável em direção ao seu dono.

Essa variação nos mastins se reflete na variedade de raças modernas que podem reivindicar herança semelhante, incluindo o Rottweiler, o Boxer e até o Pug, para citar apenas alguns.

Já o Mastiff Inglês, de origem mais recente, era utilizado para vigiar propriedades, patrulhando as terras à noite.

O palácio de Lyme Hall era famoso por sua variedade de Mastiffs, que foram criados a partir do século XV até o início do século XX, e desempenhou um papel em salvar a raça da extinção.

Com a proibição de muitos esportes sangrentos em 1835, a demanda pelo Mastiff caiu drasticamente e os números de cães despencaram.

Isso teve o efeito de concentrar a criação e o refinamento da raça em alguns poucos patronos dedicados, que melhoraram e padronizaram o Mastiff durante a segunda metade do século XIX.

No final da Primeira Guerra Mundial, acreditava-se que a raça estava quase extinta fora da Inglaterra e as exportações para os Estados Unidos e o Canadá eram necessárias para restabelecer uma população reprodutora do outro lado do Atlântico.

O grande tamanho da raça quase levou ao seu desaparecimento durante a Segunda Guerra Mundial, já que o racionamento de comida significava que poucos donos tinham os meios para continuar alimentando um animal de estimação tão volumoso.

No final da guerra, apenas uma única fêmea adulta (Nydia) permaneceu na Inglaterra, e o Kennel Club foi forçado a registrar um cão macho do tipo Bullmastiff como um Mastiff Inglês para permitir que Nydia encontrasse um companheiro.

Um outro casal de filhotes de Mastiff levados do Canadá para Inglaterra após a Segunda Guerra Mundial também ajudou a trazê-los de volta da beira do abismo.

Mas a redenção para a raça veio na forma de cães reimportados dos EUA, o que ajudou a restabelecer uma população reprodutora saudável.

Desde então a raça passou a crescer com muita força.

Hoje, a natureza gentil e o tamanho maciço do Mastiff fazem dele um companheiro muito amado em todo o mundo.

Personalidade da Raça Mastiff Inglês

O Mastiff é um cão calmo e moderado, que é carinhoso e protetor para com seus tutores.

Por causa dos seus instintos protetores, esses cães precisam ser socializados desde filhotes para garantir que estejam à vontade na companhia de outros.

Eles são bastante engraçados quando filhotes e levemente desajeitados, mas geralmente amadurecem bastante depressa para um cachorro tão grande.

A raça é frequentemente descrita como sendo preguiçosa e conseguir tirá-los da cama às vezes não é tarefa fácil.

Embora sejam de grande tamanho, Mastiffs são bastante sensíveis.

Eles adoram estar próximos dos seus tutores e podem sofrer de ansiedade de separação se deixados sozinhos por longos períodos.

Alguns tutores dizem que o Mastiff não é uma raça muito obediente. Aparentemente, a raça não se interessa em absorver qualquer coisa de uma sessão de adestramento.

Saúde do Mastiff Inglês: Veja os Pontos Críticos

A raça Mastiff Inglês tem uma expectativa de vida de 8 a 12 anos. São geralmente saudáveis, mas, como todas as raças, estão propensas a certos problemas de saúde.

Nem todos os Mastiff vão adquirir estas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver pensando em ter um cachorro dessa raça

Displasia de quadril

Ocorre desenvolvimento anormal e/ou degeneração da articulação coxofemoral (quadril).

Torção-Dilatação Gástrica

Também chamada de vólvulo gástrico, essa doença é grave e é causada pela torção total ou parcial do estômago dentro do abdome.

Afeta principalmente cachorros de porte grande, como o Mastiff Inglês.

Sabe-se que um dos fatores para o desenvolvimento dessa doença é a alimentação única, de forma voraz, seguida de exercício.

Essa condição é uma emergência veterinária e necessita de atendimento imediato.

Os cachorros afetados vão apresentar muita dor, pressão sanguínea diminuída, febre e abdome distendido.

Atrofia Retiniana Progressiva:

São distúrbios degenerativos do olho que eventualmente levam à cegueira permanente em ambos os olhos.

Epilepsia

É uma doença neurológica que pode ser herdada ou não.

A epilepsia causa convulsões leves ou graves que podem se mostrar como um comportamento incomum (como correr freneticamente como se fosse perseguido, andar cambaleando, se escondendo ou mesmo caindo), membros rígidos e perda de consciência.

É assustador assistir a uma convulsão, mas a epilepsia idiopática geralmente é tratável.

É importante levar o seu cachorro ao médico veterinário para um diagnóstico adequado, pois as convulsões podem ter outras causas e é essencial descobri-la para o tratamento.

Câncer

Cães, como seres humanos, podem desenvolver câncer.

Existem muitos tipos diferentes de câncer e o sucesso do tratamento difere para cada caso individual.

Para algumas formas de câncer, os tumores são removidos cirurgicamente, outros são tratados com quimioterapia e alguns são tratados com ambos.

Em Mastiffs, o osteossarcoma (câncer ósseo) é comum.

Osteossarcoma

É um tipo de  câncer que se desenvolve nos ossos e é considerado super agressivo.

Geralmente afeta raças grandes e gigantes, e o Mastiff é uma das raças mais afetadas.

O primeiro sinal de osteossarcoma é claudicação (termo médico usado para indicar quando o cachorro manca).

O tratamento para osteossarcoma é radical e envolve a amputação total do membro afetado.

Pelagem do Mastiff Inglês

O pelo do Mastiff é curto, liso e bastante grosseiro. Embora os Mastiffs possam ser vistos em muitas cores diferentes,  as cores reconhecidas pelo Kennel Club são:

  • Damasco
  • Tigrado
  • Fulvo

Variações em preto e azul não são incomuns, mas, novamente, não são elegíveis para registro.

Todos os Mastiffs têm uma máscara preta cobrindo o focinho, olhos e orelhas.

Cuidados e Higiene Com o Mastiff Inglês

Quanto à higiene, os Mastiffs são bastante fáceis de se manter.

A raça tem queda de pelos moderada, no entanto um Mastiff tem uma grande área de superfície e até mesmo uma queda bastante leve pode deixar muitos pelos espalhados pela casa.

Por isso, escovar duas vezes por semana ajudará a controlar isso, e banhos ocasionais ajudam a manter o pelo em boas condições. A cada 30 dias, por exemplo, será suficiente.

Mastiffs têm unhas muito fortes, que são improváveis ​​de usar adequadamente em caminhadas.

Cortar as unhas a cada 3 ou 4 semanas é um bom hábito para garantir que elas não fiquem muito longas, mas será necessário um cortador de unhas profissional muito forte.

Esses cães vão precisar também de exercícios moderados, como, por exemplo, caminhadas de 20 a 30 minutos.

Por causa de seu grande tamanho, eles não são bons companheiros de corrida.

Além disso, essa raça pode superaquecer facilmente e suas articulações podem ser danificadas pelo estresse da corrida.

Convívio do Mastiff Inglês Com Crianças e Outros Pets

Mastiffs são descontraídos por natureza e gostam de estar em um ambiente doméstico, formando fortes laços com suas famílias.

No entanto, por causa de seu tamanho grande, eles não são a melhor escolha para famílias com crianças pequenas, pois podem machucá-las por acidente.

Eles são uma ótima opção em lares onde as crianças são mais velhas e que, portanto, sabem como se comportar e brincar com cães tão grandes.

Eles geralmente se dão bem com outros cães, especialmente se tiverem sido bem socializados desde filhotes.

Cuidados devem ser tomados em torno de quaisquer gatos, outros pequenos animais e animais de estimação, tendo em conta que, se os animais fugirem, um Mastiff pode persegui-los.

Alimentação do Mastiff Inglês

Uma dieta bem equilibrada é vital para manter seu Mastiff Inglês saudável e feliz.

Para uma boa nutrição, garanta que a sua dieta contenha equilíbrio de todos os nutrientes essenciais.

Uma suplementação com vitaminas e minerais pode ser feita se necessário. Para isso, fale com seu veterinário.

Conhecer alguns fatores básicos de dieta e nutrição vai ajudar você a determinar que tipo de dieta é melhor para seu Mastiff Inglês

Como com todos os seres vivos, existem cinco elementos básicos que são necessários para a saúde ideal do seu Mastiff Inglês.

São eles: vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos (com restrição).

Outro elemento muito importante é a água, que é essencial para o organismo do seu Mastiff.

As quantidades de cada elemento podem variar de acordo com a idade, nível de atividade, condições de saúde e/ou doença.

Todos esses nutrientes combinados se somam em suas calorias para montar uma dieta ideal.

Para calcular a quantidade de calorias que seu cachorro deve comer acesse esta calculadora de calorias própria para cachorros aqui.

Aconselhamos, no entanto, que você consulte o médico veterinário.
Ao escolher entre as opções de rações comerciais seca ou úmida (ou ambas) ou a alimentação natural para cachorros, certifique-se de estar oferecendo a melhor nutrição.

Mantenha seu Mastiff Inglês em boa forma, sempre colocando a quantidade correta de alimento e dividindo em 2 ou 3 refeições ao dia.

Preço de um Filhote de Mastiff Inglês

Essa é uma dúvida frequente para muitas pessoas que estão em busca do seu filhote perfeito.

O preço de um filhote de Mastiff Inglês pode variar absurdamente de um criador para outro.

Algumas variáveis que compõem o preço de um filhote, seja ele Mastiff Inglês ou de outra raça, são:

  • Os custos que o criador tem para adquirir e para manter as matrizes;
  • Os custos de todos os cuidados dispensados para produzir uma ninhada;
  • Os custos com veterinários e outros profissionais envolvidos.

Ou seja, quanto maior o nível de profissionalismo e cuidado com todos os animais envolvidos, maior é o preço de um filhote.

Em contrapartida, infelizmente, existem criadores que mantêm seus cães em situações de vida insalubres e, por isso, têm um preço mais baixo.

Fuja deles!

Essas questões não são a regra e, por isso, é totalmente indicado que você pesquise a fundo como são as condições de criação e a reputação desse criador de cães.

Faça várias visitas ao canil, de preferência sem hora marcada, para se certificar de que está fazendo uma escolha certa.

Em nossa pesquisa encontramos preços de Mastiff Inglês entre R$2.000,00 a R$4.500,00.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre seu Mastiff Inglês, queremos saber como é seu convívio e de sua família com essa raça incrível.

Compartilhe conosco suas experiências com seu Mastiff Inglês deixando um comentário.

Além disso, também criamos uma hashtag perfeita para você e seu Mastiff Inglês.

Publique, no seu Instagram, uma foto do seu Mastiff Inglês com a seguinte hashtag #mastiffsincriveis.

Você poderá ter uma foto do seu Mastiff Inglês aqui neste artigo!

Nos ajude também a compartilhar essas informações e ajudar centenas de milhares de pessoas com seus Mastiff Inglês.

Compartilhe com seus amigos e em suas redes sociais.

Um AUbraço! E até o próximo artigo!