filhote de bull terrier 2

Se você tentasse usar uma palavra para descrever um filhote de Bull Terrier, isso não seria possível.

Esses cães incrivelmente brincalhões, divertidos, cômicos e com ótimo e gentil temperamento.

E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, o Bull Terrier não é uma raça hostil.

Por causa do seu porte físico de lutador, ele é muitas vezes julgado mal.

Mas, na verdade, ele pode ser o cachorrinho perfeito para a família.

Essa é a hora de deixarmos os preconceitos e conhecermos essa raça como os queridinhos que eles são.

Se você quer um filhote de Bull Terrier, saiba também que esse não é um cachorrinho para tutores de primeira viagem.

Eles exigem um pouco de disciplina durante a infância.

E você precisa saber como lidar com isso para transformar seu filhote de Bull Terrier em um adulto educado!

E, por isso, preparamos um super artigo onde vamos falar dessa e de outras características desses filhotes.

Veja o que você vai aprender neste artigo:

Comportamento

Bull Terriers são cães com estilo de vida muito ativo e estão sempre prontos para uma aventura ao ar livre. Um filhote de Bull Terrier não é diferente.

Também são bastante extrovertidos e não gostam de ficar sozinhos por muito tempo.

Mas não é só de aventuras que eles vivem.

Essa raça exótica pode esconder atitudes obstinadas.

Eles podem ser um pouco teimosos, por isso você deve ser firme desde o momento que o filhote chegar em sua casa.

A socialização e adestramento precoce é fundamental para a raça.

Bull Terriers têm um temperamento doce quando treinado corretamente.

Filhotes de Bull Terrier podem ter também uma tendência excessiva de mastigar.

Por isso, forneça brinquedos de mastigar para que ele não mastigue os seus objetos.

Eles também gostam de estar perto de humanos e são muito bons com crianças.

Por isso, dizem que ele é um cachorrinho perfeito para a família.

Alguns Bull Terriers são entusiastas que gritam e resmungam para si mesmos!

Isso pode ser bem divertido de se ver!

Aparência

Os adultos dessa raça se tornam cães fortes, musculosos e robustos.

Mas os filhotes ainda não têm a musculatura desenvolvida!

Mesmo assim, essa raça tem rostinhos inconfundíveis.

Sua cabeça é bem diferente: ela é bastante longa, em forma de ovo quando vista de frente.

O topo da cabeça entre as orelhas é praticamente plano e, de perfil, o focinho se curva para baixo.

Suas narinas serão bem desenvolvidas e sua mandíbula inferior é forte e profunda.

Os olhos dos Bull Terrier são um encanto à parte! Eles são bastante estreitos e triangulares, em uma posição inclinada.

Em termos de cor, os olhos podem ser muito negros ou um castanho escuro com um “brilho” muito distinto.

As orelhas são pequenas, finas e colocadas bem próximas na cabeça de um cachorro e carregadas muito eretas.

Saúde

Os filhotes de Bull Terrier tendem a ser bastante saudáveis.

Mas, assim como todas as raças, Bull Terriers podem ser propensos a algumas doenças.

Para saber mais sobre as doenças que podem afetar um Bull Terrier adulto, acesse nosso artigo completo sobre a raça.

Esses cães são propensos a problemas de pele, especialmente os brancos, que têm pele sensível.

A pele dos Bull Terriers é propensa a erupções cutâneas, feridas e irritações.

Filhotes de Bull Terriers também são propensos a alergias de contato ou alergias inalantes, que refletem na pele.

Outro problema que é ligeiramente comum em filhotes de Bull Terrier é a Estenose Aórtica.

Esse é um problema hereditário que afeta o coração do cão e a raça Bull Terrier.

Em casos leves, o cão viverá uma vida normal e, às vezes, a doença nem mesmo é notada.

No entanto, pode haver casos mais graves onde a detecção da doença fará toda a diferença.

Então, se você notar sinais como cansaço, respiração difícil, perda de ar e até mesmo desmaios procure um médico veterinário e peça para ele investigar o coração.

A primeira coisa a se fazer é escolher um bom criador de Bull Terrier.

Procure por referências, investigue o canil, conheça outros clientes que já compraram Dogue Alemães com o mesmo criador.

Ao visitar o canil, verifique como os filhotes são criados, o tamanho do espaço e os pais.

Embora os potenciais problemas de saúde possam não ser visíveis, observe as seguintes características:

  • Olhos: os olhos não são apenas a janela para a alma, eles também podem lhe dar uma pista sobre a saúde do cão.

Secreções nos olhos, alguma película esbranquiçada ou o ato de apertar os olhos são sinais de problemas de saúde.

  • Respiração: apesar de ser um pouco difícil, você pode tentar ouvir a respiração do filhote colocando-o próximo ao seu ouvido.

Se notar algum tipo de som, como um chiado ou pequenas bolhas estourando, significa que o filhote está com algum problema respiratório.

O filhote também deve ser capaz de respirar com a boca fechada quando estiver em repouso.

  • Movimentação: observe o filhote andar. Veja se ele não está mancando, andando cambaleando ou andando travado.
  • Interação e Atividade: veja como os filhotes interagem entre si e como eles se aproximam de você.

Os mais ousados, que respondem prontamente, podem se tornar cães difíceis de adestrar.

Por outro lado, filhotes tímidos tendem a ter problemas de medo e necessitam de socialização intensa.

Os cuidados especiais com filhotes de Bull Terrier se referem principalmente ao adestramento e socialização e aos cuidados com sua pele.

Considerando que Bull Terriers são propensos a serem teimosos, é preciso que você seja firme com ele desde o momento que o filhote chegar em sua casa.

Não o deixe aprender comportamentos inadequados, pois, devido à sua teimosia, pode ser difícil corrigi-los depois.

Forneça muitos brinquedos de mastigar para que ele não destrua seus móveis e objetos.

Faça a socialização apresentando seu filhote de Bull Terrier a outros cães, animais e pessoas.

A sua pele precisará de um pouco de atenção também.

Principalmente aqueles com pelagem predominantemente branca necessitam de protetor solar.

Para garantir a saúde do seu filhote de Bull Terrier, certifique-se de que ele seja vacinado e vermifugado.

A vacinação começa com 45 dias com a vacina polivalente, conhecida como V10.

O ideal é que, assim que adquirir seu filhote de Bull Terrier, você o leve ao médico veterinário para ser avaliado.

Essa é uma dúvida frequente de muitas pessoas que estão em busca do seu filhote perfeito.

O preço de um filhote de Bull Terrier pode variar absurdamente de um criador para outro.

Algumas variáveis que compõem o preço de um filhote, seja ele Bull Terrier ou de outra raça, são:

  • os custos que o criador tem para adquirir e para manter as matrizes;
  • os custos de todos os cuidados dispensados para produzir uma ninhada;
  • os custos com veterinários e outros profissionais envolvidos.

Ou seja, quanto maior o nível de profissionalismo e cuidados com todos os animais envolvidos, maior é o preço de um filhote.

Em contrapartida, infelizmente, existem criadores que mantêm seus cães em situações de vida insalubres e, por isso, têm um preço mais baixo.

Fuja deles.

Essas questões não são a regra, por isso, é totalmente indicado que você pesquise a fundo como são as condições de criação e a reputação desse criador de cães.

Faça várias visitas ao canil, de preferência sem hora marcada, para se certificar de que está fazendo a escolha certa.

Em nossa pesquisa, encontramos preços de Bull Terrier entre R$800,00 a R$4.500,00.

Esperamos que neste artigo você tenha encontrado todas as informações sobre filhotes de Bull Terrier que procurava.

Se você gostou, nos ajude a distribuir essas informações compartilhando este artigo com seus amigos e nas suas redes sociais.

E não se esqueça de deixar um comentário abaixo para que possamos saber se você está gostando dos nossos conteúdos!

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo!

Um AUbraço