fila brasileiro 1

O Fila Brasileiro é um raça de porte grande desenvolvida no Brasil.

Com sua massa muscular privilegiada, este cão exibe uma presença poderosa e imponente.

Sua pele é espessa e tem pouca aderência ao corpo, proporcionando-lhe algumas rugas no corpo, principalmente na face.

Seus ancestrais são os cães do tipo Mastiff e, por isso também é chamado por algumas pessoas de Mastiff Brasileiro.

Esta raça foi originalmente desenvolvida como cão de trabalho, para caça e pastoreio do gado.

Posteriormente, foi amplamente utilizado como cão de guarda, devido principalmente ao seu temperamento implacável e agressivo.

Esta raça foi proibida em muitos países devido ao seu temperamento e potencial para agressão.

Outra característica peculiar da raça é a sua marcha, que é semelhante à de um camelo, movendo duas pernas do mesmo lado de cada vez.

Essa é uma das poucas raças desenvolvidas no Brasil, continue lendo para saber tudo sobre o Fila Brasileiro.

Perfil da Raça Fila Brasileiro

Grupo: Cão de Guarda

Tamanho: Porte Gigante

Altura: Os machos podem medir em torno de 65 – 75 centímetros, já as fêmeas podem medir em torno de 60 a 70 de altura.

Peso: Os machos podem pesar de 55 a 70 quilos e as fêmeas podem pesar de 45 a 65 quilos.

Expectativa de vida: de 9 a 11 anos.

Origem: Brasil

Pelagem: curto

Cores: tigrado, baio, amarelo e preto

Destaques da Raça Fila Brasileiro

Filas Brasileiros Podem Se Tornar Agressivos e Anti-Sociais

Esta raça é conhecida por ter aversão a estranhos. Esta característica é inata que precisa ser trabalhada desde filhote.

Filas precisam ser adestrados e socializados desde filhotes para que não sejam tão aversos a desconhecidos e acabem atacando-os com agressividade.

Filas Brasileiros São Ótimos Cães de Guarda

Por este mesmo motivo de aversão a estranhos, Filas podem ser ótimos cães de guarda.

Na verdade, ele é considerado como um dos melhores cães de guarda do mundo.

Eles também são extremamente protetores da sua família.

História da Raça Fila Brasileiro

A história do Fila Brasileiro é tão antiga quanto o descobrimento do Brasil.

Sabe-se que ele esteve presente desde os tempos do descobrimento, ajudando colonizadores, protegendo comitivas de Bandeirantes de ataques de onças, e até mesmo usado para capturar escravos fugitivos.

O Fila Brasileiro é originário de cruzamentos entre cães nativos do Brasil e algumas raças introduzidas pelos colonizadores portugueses, como o Bulldog, o Mastiff e o Bloodhound.

Atualmente, ainda existem algumas divergências sobre como esses cruzamentos ocorreram pois não há documentação suficiente.

Alguns historiadores afirmam que os cruzamentos aconteceram aleatoriamente, enquanto outros afirmam que eles foram criados intencionalmente para criar uma raça muito forte e resistente, com habilidades notáveis ​​para caçar e vigiar.

A primeira utilização da raça foi no trabalho no campo, lá o Fila pastoreava o gado, ajudava na caça (principalmente e outros grandes felinos) e protegia a terra.

Ele é um excelente caçador e não machuca a presa. Ele apenas a segura até que o seu tutor chegue.

Por isso, quando a escravidão era legal no Brasil, o Fila Brasileiro foi usado para devolver os fugitivos ilesos aos seus senhores de escravos.

Posteriormente, os Filas foram treinados como cães policiais e também ganharam seu lugar entre os melhores cães de guarda do mundo, e são freqüentemente adotados simplesmente por este motivo.

Em 1940, o Fila foi reconhecido pelo AKC (American Kennel Club) como a primeira raça de cães no Brasil a ser oficialmente registrada por uma sociedade canina internacional.

O primeiro padrão escrito da raça foi editado em 1946. Os paulistas foram responsáveis ​​pela organização de um programa de criação planejado e pela abertura de um livro genealógico para cadastrar cães.

O Dr. Paulo Santos Cruz começou a procriar sistematicamente o Fila Brasileiro e também contribuiu largamente na definição do padrão.

Após toda sua contribuição este homem obteve o direito de ser chamado de “Pai” do Fila Brasileiro.

Personalidade da Raça Fila Brasileiro

Os Filas são conhecidos por serem naturalmente protetores.

Também é conhecido por sua extrema cautela de estranhos e agilidade ao proteger ou defender seu mestre.

A dedicação e obediência do Fila Brasileiro encontrou seu caminho para o ditado brasileiro “Tão fiel quanto um Fila”.

O exército brasileiro comparou esta raça a Dobermans e Pastores em um estudo de cinco anos usando estes cães na selva sob condições extremamente hostis.

Os seguintes traços foram observados: inteligência, agressividade, sensibilidade, energia, resistência, rusticidade e força.

Os pastores alemães superiores em inteligência e Dobermans tiveram o mais alto nível de agressão.

O Fila Brasileiro foi considerado superior em todas as outras categorias, isto é, sensibilidade, energia, resistência, rusticidade e força.

Filas em seu núcleo familiar são cães carinhosos e dedicados a sua família, demonstrando também uma notável paciência com as crianças.

No entanto, eles podem ser reservados e bastante hostis ou desconfiados com pessoas e animais desconhecidos.

Portanto, esta raça exige tutores experientes e proprietários que tenham a dedicação e capacidade de educá-los positivamente.

Além disso, esta raça deve ser socializada no início de suas vidas, a fim de aprender a se relacionar com as pessoas e outros animais.

Ele pode ser um cão extremamente antisocial.

Mas, apesar da socialização, o Fila é instintivamente protetor e naturalmente irá proteger seu dono, seus familiares e os animais de estimação da família.

Não é algo que precisa ser treinado, é um traço inato.

Saúde do Fila Brasileiro: Veja os Pontos Críticos

Os problemas de saúde que estão listados abaixo são para que você possa saber quais problemas o seu Fila Brasileiro está propenso a contrair.

Assim como nós humanos, os animais, também tem potencial para herdar certos problemas genéticos.

Porém, de forma nenhuma, quer dizer que eles vão desenvolver alguma destas doenças.

Displasia de Quadril

A raça Fila Brasileiro é uma das mais afetadas por esta doença.

Trata-se de uma deformidade genética na qual parte do osso do fêmur (cabeça do fêmur) não se encaixa adequadamente no encaixe do quadril (osso da bacia).

Displasia de Cotovelo

É uma má-formação da articulação do cotovelo, onde as taxas de crescimento dos três ossos que a compõem causam frouxidão nesta articulação.

Trata-se de um problema muito comum em raças de cachorros de grande porte.

Torção-Dilatação Gástrica

Também chamada de vólvulo gástrico, essa doença é grave e causada pela torção total ou parcial do estômago dentro do abdômen.

Afeta principalmente cachorros de porte grande, como o Fila Brasileiro.

Sabe-se que um dos fatores para o desenvolvimento desta doença é a alimentação única, de forma voraz, seguida de exercício.

Esta condição é uma emergência veterinária e necessita de atendimento imediato.

Os cachorros afetados vão apresentar muita dor, pressão sanguínea diminuída, febre, abdômen distendido.

Pele e Pelagem do Fila Brasileiro

Apesar de ser uma raça de pelos curtos, o Fila apresenta algumas peculiaridades.

A pele desta raça é diferente, pois é espessa e solta em todo o corpo, principalmente na região ao redor do pescoço.

A pele grossa forma dobras pronunciadas.

Alguns cães mostram uma dobra na lateral da cabeça e também na cernelha, descendo até os ombros.

O pelo é curto e a textura é normalmente lisa e macia.

Os Filas têm pouca queda de pelos.

Assim como a grande maioria das raças, duas vezes ao ano, você vai ver a troca de pelos.

Essa troca acontece no verão e no inverno, onde a queda de pelos poderá ser um pouco maior, pois são as épocas onde o Fila troca toda sua pelagem.

Cores Características

Suas cores variam de tigrado, baio, amarelo e preto.

Pode haver uma máscara preta presente na face.

Cuidados e Higiene Com o Fila Brasileiro

Escove seu Fila de vez em quando (a cada 15 dias) com uma escova de cerdas firmes para remover os pelos mortos.

Na época de troca de pelos será necessário aumentar essa frequência de escovação, de uma a duas vezes por semana.

Os banhos não precisam ser feitos com frequência, apenas quando ele estiver sujo.

Utilize um bom shampoo para cachorro em todo o corpo.

Comece uma rotina de higiene com seu Fila desde filhote.

Isso é ideal para que ele se acostume com toques humanos, principalmente em suas patas, dentro da boca e dentro das orelhas.

Crie uma experiência positiva para esta rotina, de forma que você possa lidar com ele quando for adulto.

As dobras da pele requerem uma maior atenção: também devem ser completamente secas após o banho e limpas diariamente com pano seco.

Convívio do Fila Brasileiro Com Crianças e Outros Pets

Filas podem gostar de crianças, especialmente se foram criados juntos.

Entretanto, uma criança pequena precisa estar preparada para garantir que ela não assuste o cachorro, ela precisa aprender a se comportar na presença do Fila.

E o animal de estimação precisa estar preparado para lidar com crianças estranhas.

E como o Fila, geralmente não gosta de pessoas estranhas, tenha cuidado.

Evite que as crianças corram em direção a um Fila, eles podem se tornar defensivos e atacar, pensando em sua proteção.

Aproximar-se de um Fila estranho não é nada recomendável.

Nenhum cão deve ser deixado sem supervisão com uma criança.

Quanto a outros pets, Filas geralmente se dão bem se foram criados juntos.

Você pode ter problemas de dominância com novos cachorros, principalmente do mesmo sexo.

Quando decidir ter um novo membro na casa, certifique-se de introduzir lentamente e supervisionar atentamente a socialização.

Alimentação do Fila Brasileiro

Uma dieta bem equilibrada é vital para manter seu Fila Brasileiro saudável e feliz.

Para uma boa nutrição, garanta que a sua dieta contenha equilíbrio de todos os nutrientes essenciais.

Uma suplementação com vitaminas e minerais pode ser feita se necessário. Para isso, fale com seu veterinário.

Conhecer alguns fatores básicos de dieta e nutrição vai ajudar você a determinar que tipo de dieta é melhor para seu Fila Brasileiro.

Como com todos os seres vivos, existem cinco elementos básicos que são necessários para a saúde ideal do seu Fila Brasileiro.

São eles: vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos (com restrição).

Outro elemento muito importante é a água, que é essencial para o organismo do seu Fila Brasileiro.

As quantidades de cada elemento podem variar de acordo com a idade, nível de atividade, condições de saúde e/ou doença.

Todos estes nutrientes combinados, somam-se em suas calorias para montar uma dieta ideal.

Para calcular a quantidade de calorias que seu cachorro deve comer acesse esta calculadora de calorias própria para cachorros aqui.

Aconselhamos, no entanto, que o ideal é que você consulte o médico veterinário.
Ao escolher entre as opções de rações comerciais seca ou úmida (ou ambas) ou a alimentação natural para cachorros certifique-se de estar oferecendo a melhor nutrição.

Mantenha seu Fila Brasileiro em boa forma, sempre colocando a quantidade correta de alimento, e dividindo em 2 ou 3 refeições ao dia.

Preço de um Filhote de Fila Brasileiro

Essa é uma dúvida frequente de muitas pessoas que estão em busca do seu filhote perfeito.

O preço de um filhote de Fila Brasileiro pode variar absurdamente, de um criador para outro.

Algumas variáveis que compõem o preço de um filhote, seja ele Fila Brasileiro ou de outra raça, são:

  • os custos que o criador tem para adquirir e para manter as matrizes;
  • os custos de todos os cuidados dispensados para produzir uma ninhada;
  • os custos com veterinários e outros profissionais envolvidos.

Ou seja, quanto maior o nível de profissionalismo e cuidados com todos os animais envolvidos, maior é o preço de um filhote.

Em contrapartida, infelizmente, existem criadores que mantêm seus cães em situações de vida insalubres e por isso têm um preço mais baixo.

Essas questões não são vias de regra, por isso, é totalmente indicado que você pesquise a fundo como são as condições de criação e a reputação deste criador de cães.

Em nossa pesquisa encontramos preços de Fila Brasileiro entre R$1.000,00 a R$2.800,00 reais.

>> Veja também nosso artigo completo sobre o Rottweiler!

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre seu Fila Brasileiro, queremos saber como é para você ter esse cachorro gigante e protetor em sua casa.

Compartilhe conosco suas experiências com seu(s) Fila Brasileiro(s) deixando um comentário.

Além disso, também criamos uma hashtag perfeita para você e seu Fila Brasileiro.

Publique no seu Instagram, uma foto do seu Fila Brasileiro com a seguinte hashtag #filasbrasileirosincriveis

Você poderá ter uma foto do seu Fila Brasileiro aqui neste artigo!

Nos ajude também a compartilhar essas informações e ajudar centenas de milhares de pessoas com seus Fila Brasileiro..

Compartilhe com seus amigos ou em suas redes sociais.

Um AUbraço! E até o próximo artigo!