Como fazer o cachorro a parar de chorar quando fica sozinho em casa 2

Como fazer o cachorro parar de chorar quando fica sozinho em casa?

Essa é uma pergunta frequente que recebemos de tutores de cães!

Se o seu cachorro frequentemente chora quando é deixado sozinho, isso pode ser um problema para você.

Algumas pessoas até pensam em desistir de seus cães porque sentem que não podem deixar o cachorro sozinho latindo o dia todo.

Além de chorar, alguns cães, quando deixados sozinhos, tendem a morder móveis e objetos.

Tristeza, ansiedade ou tédio – um cachorro chorando pode significar várias coisas.

E esse comportamento, a menos que você viva em um estúdio à prova de som, certamente poderá causar problemas com seus vizinhos!

Por isso, neste artigo vamos explicar as razões mais comuns por trás desse comportamento.

Além de mostrar o que você pode fazer para manter seu cachorro calmo e livre de qualquer sentimento que possa causar esse comportamento.

Veja o que você vai  aprender neste artigo:

Assim como os lobos, seus parentes mais próximos, os cães são animais sociais que vivem em bandos em estado selvagem.

Mesmo depois de domesticados e vivendo em um lar humano, os cães sentem que o “seu humano” faz parte de seu círculo social.

Eles não se sentem confortáveis ​​em passar o dia sozinhos.

Por isso, muitas vezes eles apresentam comportamentos problemáticos ligados à solidão.

Um dos comportamentos mais comuns é chorar quando estão sozinhos.

E saber como acalmar um cachorro que está chorando nem sempre é fácil.

Precisamos descobrir primeiro quais as emoções que estão ligadas com sua solidão.

E é exatamente o que vamos ver abaixo!

Quando o cão fica sozinho, é de sua natureza se sentir solitário.

Como explicamos acima, os cães são animais extremamente sociáveis e não gostam de ficar sozinhos.

Mas a solidão pode causar diferentes tipos de reação, ou melhor, diferentes tipos de emoções.

Vamos ver quais são elas?

Tédio

O cão olha para o lado e não vê a mãe, não vê o pai, não vê seus pais humanos.

Ele também olha para o outro lado e não acha nada para fazer!

Então, muitos cães se sentem entediados.

Alguns mais, outros menos, isso pode depender muito da personalidade da raça ou até mesmo da personalidade individual.

Mas a verdade é que todos os cães precisam de exercícios mentais e físicos.

Eles precisam gastar energia e ter estímulo mental em vários momentos ao longo do dia.

Principalmente para quando estiverem sozinhos sem supervisão.

Quando não estão sendo devidamente estimulados podem sentir aquele tédio e aquela vontade de fazer “alguma coisa errada”.

Mas, principalmente, muitos cães entediados choram!

Tristeza

A tristeza do cachorro é real, mas não é o mesmo que tristeza humana.

Os humanos têm experiências emocionais e psicológicas mais profundas e complexas.

Os cães, por outro lado, reagem ao seu ambiente e às experiências imediatamente.

Então a tristeza é mais perceptível.

Geralmente a tristeza é causada por uma experiência negativa ou como resposta a uma mudança de rotina ou ambiente.

Tal como ficar sozinho em casa.

E uma das respostas mais comuns da tristeza é o choro.

Ansiedade

A ansiedade é um dos sentimento mais graves que pode acometer um cachorro.

Em casos extremos, muitos cães podem sofrer de ansiedade de separação.

Seu cão pode estar se sentindo “abandonado” e ter um sentimento de que você nunca mais vai voltar.

A ansiedade de separação pode ter muitas formas e tem muitos níveis diferentes de intensidade.

E um dos sinais mais comuns de ansiedade de separação é chorar quando está sozinho.

A maioria dos cães vai se acalmar e parar de chorar ou latir dentro de meia hora depois de ficarem sozinhos.

No entanto, alguns cães simplesmente não conseguem relaxar.

Eles latem ou choram durante o tempo inteiro que seu dono está fora de casa.

Veja o que você pode fazer para acabar com esse comportamento

1. Defina Uma Rotina Diária Confiável

Alguns cães, principalmente os recém chegados, sofrem com falta de rotina ou mudanças nela.

Mudanças nos horários de trabalho, passeios e novas pessoas na casa são bons exemplos disso.

Coloque seu cachorrinho em uma rotina muito consistente e confiável.

Dê tempo para ele se ajustar e, pelo menos por uma semana, tenha os mesmos horários para comer, brincar e se exercitar.

Isso inclui dias de fim de semana!

2. Faça Exercícios Diários Regulares

Muitos cães são bastante energéticos!

Se você não der exercícios a ele, essa energia pode se acumular e precisa sair de alguma forma.

Levá-lo para uma caminhada antes de sair é uma ótima opção.

Ou que tal uma sessão de brincadeira intensa ou algum outro exercício?

O exercício libera a serotonina no cérebro de um cachorro, assim como nos humanos!

A serotonina causa uma sensação de calma e felicidade e o exercício é uma forma de obtê-la.

3. Deixe a TV ou Rádio Ligado Quando Sair

O som de uma estação de rádio de conversação ou um canal de TV de notícias com pessoas falando geral funciona muito bem!

Coloque o volume tão alto quanto as pessoas falariam em sua casa.

4. Dê a Ele um Brinquedo de “Enigma De Comida”.

Existem alguns brinquedos chamados de “enigmas de comida” que servem para que você coloque a ração ou pedaços de petiscos dentro deles de forma que o cão precisa aprender como essa comida vai sair do brinquedo.

Esses brinquedos podem deixar o cachorro bem entretido!

Dê a ele antes de sair, pois ele ficará ocupado tentando tirar a comida que ele gosta enquanto você estiver fora.

Certifique-se de obter o brinquedo de tamanho certo para o tamanho do seu cão.

Se possível, compre diferentes tipos desses brinquedos e a cada dia ofereça um diferente.

5. Dessensibilize o Cão Para Sua Partida

Consideramos uma ótima tática você treinar seu cachorro para que ele não fique tão sensível a sua partida.

Para isso, você pode, por exemplo, “fingir” que está saindo e apenas vá pelo corredor até a porta da frente ou pela entrada da garagem e depois volte…

Dê uma volta no quarteirão e espere 5 minutos, depois volte e saia novamente.

Seu cachorro começará a pensar que você está voltando imediatamente e terá menos chances de chorar.

Combine esta técnica com a próxima dica!

6. Não Faça Muito “Barulho” Sobre Sair

Quando você estiver se preparando para sair, junte suas coisas e saia sem muito alarde!

Isso significa sem abraços, beijos ou despedida dramática.

Não diga “Adeus, amorzinho! Ficará tudo bem! Mamãe vai voltar em breve!”

Esse tipo de coisa só dá um enorme alerta de que você está indo embora, possivelmente para sempre! 🙂

7. Não Faça Muito “Barulho” Quando Chegar em Casa

Siga a mesma direção da dica 6.

Seja discreto ao chegar em casa para passar uma mensagem para o cachorro que o seu retorno “não é grande coisa”.

(Isso é o mais difícil para nós, humanos!)

Ignore qualquer busca de atenção (pulando, enlouquecendo) e recompense seu cão apenas com amor e afeição quando eles também estiverem calmos.

Você pode levá-los para fora imediatamente se eles tiverem que ir ao banheiro, mas faça isso com calma, sem alarde, como faria se você já estivesse em casa.

8. Adote um Amigo!

Essa pode ser uma cura instantânea para alguns cães!

Alguns cães, especialmente aqueles com altos instintos de matilha, como os Huskies Siberianos, simplesmente não ficam quietos quando ficam sozinhos, nunca.

Existem alguns medicamentos e alguns florais que o seu veterinário pode receitar que podem ajudar a aliviar a ansiedade ou até mesmo sedar o seu cão.

Alguns cães experimentam a agressão como um efeito colateral, portanto, faça isso com cuidado.

Infelizmente, nem todos esses produtos funcionam em todas as situações.

Mas alguns tutores de cães já tiveram grande sucesso com alguns desses medicamentos.

Conclusão

Talvez você esteja com esse problema e seu cachorro fica chorando quando está sozinho em casa.

Aliás, esse não é um problema incomum, especialmente para um cachorro em uma nova casa.

Essas são várias ideias que você pode tentar para resolver esse comportamento.

Com a abordagem correta e alguma paciência, você pode conseguir!

Esperamos que este artigo tenha ajudado você de alguma forma caso esteja com esse problema de comportamento.

E, por favor, nos ajude a levar informações para outros tutores de cães compartilhando este artigo com seus amigos e em suas redes sociais.

Fazendo isso você estará ajudando outros apaixonados por cães que podem ter os mesmos problemas com um cachorro chorando!

Não se esqueça de deixar um comentário nos dizendo se você já teve problemas com um cachorro chorando e se conseguiu resolvê-lo com o que aprendeu aqui no artigo.

Deixe-nos saber nos comentários!

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo!

Um AUbraço