Como fazer o cachorro a parar de chorar a noite 5

Muitos tutores procuram soluções sobre como fazer o cachorro parar de chorar à noite.

E quem sabe você seja um desses tutores.

Talvez com um filhotinho novo que ainda não se acostumou com o novo lar.

Ou até mesmo com um adulto que, por algum motivo, continua chorando durante seu precioso tempo de descanso.

Assim como ocorre com os latidos, os cães que choram estão tentando se comunicar.

É por isso que interpretar o choro do seu cachorro pode ser uma boa maneira de começar a resolver esse problema.

E há uma série de razões que podem contribuir para que o cachorro chore durante a noite.

No entanto, todos eles têm uma coisa em comum: eles resultam em você ter uma noite de sono quebrada e seu descanso perdido.

Então veja abaixo por que os cães choram à noite e algumas dicas incríveis para resolver esse problema.

Veja o que você vai  aprender neste artigo.

Quando filhotes, principalmente recém chegados em um novo lar, é um instinto natural de cães chorarem e uivarem durante os primeiros dias, pois eles acabaram de ser separados de suas mães.

A fase pós-trauma de separação da mãe dura em torno de 3 ou 4 dias.

É totalmente natural que um novo filhote chore quando separado da família ou da matilha.

Filhotes sozinhos na natureza não sobreviveriam sem esse sistema de alarme.

Tudo o que seu filhotinho está fazendo é seguir seu instinto natural quando deixado sozinho, ele chora para pedir ajuda.

Os filhotes aprendem que, se pedirem ajuda, alguém os localizará rapidamente. E, embora você saiba que seu filhote não está em perigo, ele não sabe!

Portanto, todos os filhotes choram e alguns filhotes choram muito.

Durante os primeiros dias, o filhote tende a chorar por instintos naturais.

Não é algo que ele esteja fazendo deliberadamente ou que ele possa controlar.

Então não faz sentido ficar zangado com ele, veja os principais motivos e como lidar com cada um deles.

1 Solidão

Cães são animais sociais acostumados a viver em matilha, mas os filhotes podem ser especialmente carentes após a separação da mãe e dos irmãos.

Como ajudar : recomendamos tranqüilizar seu filhote mantendo-o perto de você.

Na maioria dos casos, ele só precisa sentir sua presença e se sentir aconchegado.

Manter seu filhote próximo é benéfico.

2 Medo

Enquanto seu filhote explora seu novo mundo, seu comportamento pode variar de brincalhão e ousado a retraído e medroso.

Veja se o seu filhote tem a tendência de ter medo observando-o durante o dia.

Alguns sinais de medo são: choramingar e se encolher no canto ou sob os móveis, em vez de saudar os visitantes que não lhe parecem familiares, fugir de você quando você estiver com objetos diferentes como um guarda-chuva, mochila ou chapéu.

Podem ocorrer diversas fases de medo durante o crescimento dos filhotes, mas esses sinais são mais comumente observados entre 8 a 12 semanas

Como ajudar: aconselhamos remover o filhote dessa situação imediatamente. “Os medos podem se tornar enraizados quando um filhote de cachorro é exposto a uma situação de medo repetidas vezes”.

3 Fome

Os filhotes experimentam um aumento ou diminuição do apetite como parte das mudanças biológicas normais.  

Como ajudar: se você suspeitar que seu filhote não está comendo o suficiente, consulte seu veterinário sobre como ajustar sua dieta. Preste atenção à condição corporal do filhote.

Para evitar que o filhote chore à noite com fome, alimente-o antes de dormir, mas não muito próximo para evitar que ele se levante para fazer suas necessidades.

O intervalo mínimo entre alimentação e sono é em torno de 2 horas antes de dormir.

4 Tédio

Seu filhote pode latir e chorar excessivamente porque está entediado e tem muita energia reprimida.

Os filhotes precisam de exercícios mentais e físicos.

Todos os filhotes precisam gastar energia e ter estimulação mental em vários momentos ao longo do dia.

Como ajudar: garanta que seu filhote pratique exercícios regulares e brinque com você durante o dia.

5 Eles querem afeto

Filhotes também precisam de conexão e carinho.

Eles irão chorar se não tiverem esse contato.

Eles amam receber atenção e passar tempo com seus humanos.  

Como ajudar: é importante gastar um pouco de tempo com seu filhote antes de dormir, isso pode ser o suficiente para acalmá-lo.

6 Doença

Choros e uivos frequentes podem ser sinais de que seu filhote está doente.

Como ajudar: é importante levar o seu cachorro ao veterinário o mais rápido possível se você notar algum sinal de doença.

Os filhotes pioram mais rápido que os adultos. Por isso, esperar para ver não é a melhor coisa a se fazer.

7 Eles Querem Fazer Suas Necessidades

Filhotes costumam fazer suas necessidades com mais frequência que adultos.

Se o filhote precisar fazer xixi ou cocô ele pode começar a choramingar.

Como ajudar: antes de dormir, leve-o para uma caminhada para que ele possa se cansar e fazer suas necessidades.

Se o filhote for dormir dentro de casa ou até mesmo no quarto, é preciso montar um local onde ele possa se aliviar.

Dicas Extras

  • Não grite com o filhotinho chorando.

Sabemos que quanto mais o seu cachorro chora, mais você pode ficar tentado a gritar com ele, mas entenda que nada disso irá ajudar.

Na verdade, isso só piora. Ele pode parar se você o castigar, mas isso apenas o confunde e acaba prejudicando seu relacionamento.

Alguns filhotes parecem preferir atenção negativa a nenhuma atenção.

Ao gritar com o filhote chorando, você pode estar reforçando o comportamento negativo.

  • Se decidir deixá-lo sozinho por alguns minutos até que ele pare de chorar está tudo bem.

O tempo ideal para tentar essa manobra é de 15 a 30 minutos, até que ele se canse e eventualmente se acomode.

Se seu filhote ainda estiver chorando sem parar depois de 15 minutos a meia hora, talvez seja necessário checá-lo.

Não há nada de errado em dar um tempo quando você está se sentindo frustrado.

Certifique-se de que seu filhote esteja em uma caixa ou em outro local seguro e, em seguida, dê um passeio lá fora para você se acalmar.

  • Certifique-se de que a cama do filhote esteja confortável e quente.

Coloque cobertores macios e reconfortantes no espaço, caixa ou canil do seu filhote e um brinquedo macio.

Além de ser instintivo, choramingar e chorar é algo aprendido.

Afinal, não leva muito tempo para os cães entenderem que há uma conexão direta entre deixar escapar um pequeno gemido e conseguir o que eles querem.

E é assim que o “choro” canino pode se transformar em um problema de comportamento.

Assim, esses cães podem enlouquecer seus donos chorando constantemente em busca de atenção ou qualquer outra coisa que desejem.

O mesmo pode acontecer com os cães mais velhos que demonstram comportamentos de choro como parte de seu declínio mental relacionado à idade.

A demência, a desorientação e a ansiedade que ocasionam podem levar a choramingos, choros e até uivos – especialmente à noite.

Ansiedade de separação é outra condição séria que pode levar ao choro crônico.

Felizmente, há ajuda.

Primeiro, consulte seu veterinário para ajudar a descartar problemas médicos (como dor ou declínio mental).

Se o problema for provavelmente comportamental, é importante chegar na causa base.

Nesses casos, é importante utilizar de técnicas de adestramento para acabar com esses problemas de comportamento.

No mais, os mesmos motivos de cães filhotes se aplicam para cães adultos.

Dê uma olhada acima e veja as sugestões de como cuidar disso!

Conclusão

Esperamos que este artigo tenha ajudado em como fazer o cachorro parar de chorar a noite!

E, por favor, nos ajude a levar informações para outros tutores de cães compartilhando este artigo com seus amigos e em suas redes sociais.

Fazendo isso você estará ajudando outros apaixonados por cães que podem ter os mesmos problemas com cães chorando que você!

Não se esqueça de deixar um comentário nos dizendo se você já teve problemas com adestramento do seu cachorro e se conseguiu resolvê-lo com o que aprendeu aqui no artigo.

Você tem um problema de treinamento não abordado aqui e que gostaria de ver em uma postagem?

Deixe-nos saber nos comentários!

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo!

Um AUbraço