como adestrar um cachorro filhote (3)

Se você tem um novo peludinho em casa, é bem provável que você queria saber como adestrar um cachorro filhote.

Afinal, a obediência do cão é crucial para uma relação feliz entre seu cachorro e você!

Aprender alguns truques básicos de adestramento te ajudará muito com esse bebê e logo ele vai começar a responder muito bem aos seus comandos.

Inclusive, muitas pessoas acreditam que uma das coisas mais importantes sobre criar um cachorro é começar o adestramento logo cedo.

Esse tipo de atitude poderá evitar que esse anjinho peludo pelo qual você se apaixonou comece a se tornar uma verdadeira dor de cabeça.

O que você quer é um filhote que adora todos, vem imediatamente quando você chama, mastiga apenas brinquedos próprios para cachorros, anda bem ao seu lado na coleira, vai ao banheiro, cumprimenta seus convidados educadamente e dorme tranquilamente em sua caminha a noite toda.

Ao invés de um minúsculo vampiro que perfura as pernas, mãos e orelhas da calça, mastiga os móveis e objetos da casa, se agacha na coleira porque não sabe andar e acorda no meio da noite gritando!

Tudo bem, pode ser uma visão muito pessimista!

Mas não engane.

Isso pode acontecer com qualquer cachorro mal-educado!

Então, que tal saber algumas coisas sobre como adestrar um cachorro filhote?

Veja o que você vai aprender neste artigo:

É fundamental que seu filhote receba adestramento, mesmo que você não planeje o levar para competições de cães.

O adestramento permite, acima de tudo, que o seu filhote seja um cão bem-educado e saiba sua posição dentro da sua família.

Ele também fornece estimulação mental que ajuda a manter o seu cão feliz.

As pessoas costumavam pensar que o adestramento do cão era apenas sobre o ensino de comandos de obediência de cães, geralmente através do uso de técnicas pesadas baseadas em punição.

Nós apoiamos e recomendamos métodos de adestramento baseados em recompensas ou, como algumas pessoas chamam, o adestramento positivo.

O adestramento baseado em recompensas é agradável para o cão e aumenta positivamente a relação entre o cão e o tutor.

Este tipo de abordagem gira em torno do reforço positivo, ou seja, recompensamos o cachorro pelo comportamento desejado.

As recompensas podem ser na forma de um petisco saboroso ou elogios verbais, como “bom menino (a)”!

Nestes casos, o tom de voz é agradável e deve ser dado quando o cão realiza o “bom” comportamento.

O treinamento positivo também geralmente envolve ignorar quaisquer comportamentos indesejados.

Alguns tutores reagem ao comportamento “indesejado” gritando ou ficando com raiva, contudo podem inadvertidamente reforçar este comportamento.

Pois os cães podem perceber brigas e gritos como atenção e o comportamento “indesejado” acabou de ser reforçado.

Além disso, para cães, qualquer forma de atenção ou reação do dono é melhor do que nenhuma reação.

Você pode adestrar seu cachorro em casa desde filhote ou contratar um profissional especializado para isso.

Apenas certifique-se de que o profissional utilize as técnicas de adestramento positivo.

Se decidir adestrar em casa, você pode adquirir um treinamento on-line de um profissional confiável.

O período chave para a socialização de um filhote é na fase de Imprinting Canino, que ocorre entre 1 e 4 meses de idade.

É nessa época que o cão adquire habilidades sociais com seus irmãos e também com o mundo.

Esse é o momento em que ele precisa se socializar com outros cães a fim de aprender dicas sociais e como se comunicar bem com outros cães.

Certamente podemos promover a socialização para nossos filhotes encorajando-os a serem amigáveis ​​com todos que encontrarem.

Isso pode proporcionar confiança e diminuirá a chance do cão de sentir ansiedade e desconforto na vida adulta.

É vital socializar seu cão dando-lhe boas experiências na presença de todos os tipos de pessoas, animais e ambientes.

A socialização tem tudo a ver com manter seu cão confortável em situações sociais, tomando cuidado para não forçá-lo a encontrar-se em uma posição desconfortável.

Veja nosso artigo sobre Como Adestrar Um Cachorro em Casa

O adestramento começa no dia que você traz seu novo filhote para sua casa.

Parece muito cedo para algumas pessoas, mas é extremamente importante que o seu cachorro comece a receber estímulos desde muito cedo.

Já no primeiro dia em casa você pode oferecer os estímulos corretos tanto para ensinar seu cachorro a fazer xixi e cocô no lugar certo como interagir com outros animais ou humanos.

No começo, quando filhotes, os cães podem demorar um pouco a entender esses estímulos, afinal, são verdadeiras crianças.

Quando você inicia o adestramento positivo, não espere que o filhote de 2 meses de idade aprenda imediatamente, isso leva algum tempo.

Mas com repetições e consistência podem aprender muito mais do que você imagina.

Até mesmo porque cães com essa idade não têm seus cérebros bem desenvolvidos ainda.

As habilidades cognitivas começam a se desenvolver em torno dos 4 meses de idade.

Mas, essa também é a idade em que o filhote começará apresentar o desconforto da dentição.

Então, é bom que ele esteja começando a ser educado para evitar que ele comece a mastigar (sem saber que não pode) tudo pela frente.

Chegar em casa com um novo filhote é um grande evento. A nova vida do seu filhote está começando e todos vão querer conhecer o novo membro da família.

Mas, se você teve uma longa viagem de carro, a primeira coisa que o seu cachorro vai precisar é fazer xixi!

Comece no primeiro dia o adestramento para que ele possa fazer xixi no lugar certo levando-o em seus braços até a área que você quer que ele use para isso.

Fique com ele até que ele faça suas necessidades e, quando ele fizer, recompense-o com um carinho ou brinquedo.

Pronto! Seus primeiros passos no treinamento para fazer xixi no lugar certo foram muito bem sucedidos!

A frequência com que filhotes esvaziam a bexiga pode variar, mas geralmente é maior em filhotes do que adultos. Essa fase passa rapidamente, mas fique atento aos sinais.

Durante o decorrer do dia, leve o filhote para a área de fazer xixi em intervalos regulares. Além disso, leve-o toda vez que ele terminar uma refeição, toda vez que acordar de um sono e toda vez que ele estiver brincando animadamente por mais de alguns minutos.

Para complementar sua leitura, acesse nosso artigo de Como Ensinar Seu Cachorro a Fazer Suas Necessidades No Lugar Certo

As socializações iniciais devem incluir a exposição a todos os tipos de pessoas, animais, objetos e experiências.

Essas experiências irão variar de acordo com suas rotinas familiares, que seu filhote provavelmente levará em consideração, a experiências incomuns ou desconhecidas que são mais intensas para o seu filhote:

Pessoas – Seu filhote deve aprender como interagir com pessoas diferentes, incluindo bebês, crianças e idosos, pessoas usando bengalas, pessoas de uniformes, pessoas de óculos, pessoas em cadeiras de rodas e pessoas de diferentes cores de pele.

Cães – Seu filhote deve ter a oportunidade de brincar com filhotes e cães de diferentes raças e tamanhos.

Eles também devem experimentar passar por outros cães sem se encontrarem e observarem enquanto passam pelo seu filhote.

Lugares e experiências – todos os lugares que você vai e tudo o que você faz dá ao seu cachorro diferentes desafios e experiências.

Além de considerar o mundo como um observador, seu filhote também deve ter a oportunidade de participar de atividades.

Tente expor seu filhote a algumas dessas situações e experiências únicas:

  • Calçadas, ruas e estradas com diferentes níveis de tráfego
  • Estacionamentos ou áreas em frente a shoppings onde seu filhote possa ver pessoas e carros indo e vindo
  • Parques onde as crianças brincam
  • Aulas de treinamento para filhotes
  • Lagos, rios, piscinas e praias arenosas
  • Desfiles ou outros eventos cheios de pessoas

Dicas e Cuidados Durante a Socialização

A parte mais importante ao socializar seu novo filhote é garantir que cada experiência seja positiva.

E que eles não fiquem sobrecarregados, excitados demais ou com medo durante a exposição.

A qualidade de cada nova experiência é tão importante quanto o número de experiências.

É fundamental que seu filhote não associe o medo a novas experiências, mesmo que elas pareçam desconfortáveis ​​no começo.

Portanto, nunca tente “empurrá-lo através do medo” e tente não se preocupar muito.

Se você parecer calmo e confiante, seu cão pode sentir essa energia e terá um efeito calmante.

Como a janela de oportunidade para uma socialização adequada ocorre em uma idade tão jovem, é importante começar o mais rápido possível, mesmo que seu filhote não esteja totalmente vacinado.

Os riscos de problemas comportamentais resultantes de uma socialização imprópria superam em muito o risco de infecção por doença ou enfermidade.

Tome algumas precauções antes de expor seu filhote a situações de risco antes de serem vacinados.

Programe datas para brincar com filhotes ou cães que você já sabe que são saudáveis ​​e vacinados.

Conclusão

Este foi mais um artigo sobre adestramento que fizemos com muito carinho.

Falamos sobre adestramento de filhotes e socialização.

Com alguma paciência, você pode conseguir transformar seu filhote em um adulto bem educadinho.

Esperamos que este artigo tenha ajudado você de alguma forma.

E, por favor, nos ajude a levar informações para outros tutores de cães compartilhando este artigo com seus amigos e em suas redes sociais.

Fazendo isso você estará ajudando outros apaixonados por cães que querem saber como adestrar seus filhotes!

Não se esqueça de deixar um comentário nos dizendo se você conseguiu ter avanços com essas dicas que colocamos aqui.

Deixe-nos saber nos comentários!

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo!

Um AUbraço