Cachorro pode comer pão 1

Muitas pessoas me perguntam se cachorro pode comer pão.

Aliás, se há algum alimento mais questionado por tutores eu desconheço.

Isso porque o pão faz parte da mesa do brasileiro todos os dias, todas as manhãs.

E na verdade, a pergunta é mais ou menos assim:

Eu dou um pedacinho de pão para meu cachorro todo dia, não faz mal não é?

É isso mesmo. Pão é um alimento que as pessoas tem como seguro, e acabam dando antes e perguntando depois.

Mas será que pão é realmente seguro para cachorro?

Ou, então, será que todos os tipos de pães podem ser dados para cachorros?

Sempre quando se tratar da dieta do seu cão, você deve se perguntar quais alimentos são seguros e quais alimentos devem ser evitados a todo custo.

E se você se importa com seu filho de 4 patas é importante saber como tratá-lo adequadamente.

Por isso preparamos um artigo completo para que você saiba se cachorro pode comer pão!

Neste artigo você vai aprender:

 

Afinal, Cachorro Pode Comer Pão?

A resposta rápida para esta pergunta é sim, cachorro pode comer pão.

Mas, apesar disso, temos que levar algumas coisas em consideração.

Pães são basicamente fontes de carboidratos.

Mas o cães são sobretudo animais carnívoros, portanto eles não precisam de tantos carboidratos.

E, embora possam ser deliciosos, pães não são tão nutritivos.

Mesmo pães integrais não oferecem muito mais do que fibras e alguns minerais.

Além disso,  o excesso de carboidratos, especialmente carboidratos simples, presentes no pão branco, podem produzir ganho de peso.

 

Todos os Tipos de Pães São Seguros Para Cachorro?

Bom, a resposta é definitivamente não, nem todos os tipos de pães são seguros.

A segurança do alimento vai depender dos ingredientes que são utilizados.

O pãozinho mais comum na mesa do brasileiro é o pão francês.

Este pão é seguro, a não ser que o cachorro tenha alergia a farinha de trigo ou ao glúten.

Pães integrais contêm fibras que podem ser benéficas, porém, eles podem ter ingredientes proibidos.

Por exemplo, pães integrais com passas, castanhas e nozes estão proibidos.

As passas e a maioria das nozes são tóxicas para cachorros.

Portanto, não dê nem sequer um pedacinho.

Outros pãezinhos deliciosos (para nós) são aqueles pãezinhos especiais, como pão de alho, pão de cebola, pão de batata…

Os pães de alho e cebola estão também proibidos.

É impossível saber a quantidade exata de ingredientes que faz estes pães ficarem com o sabor aguçado.

E alguns destes ingredientes são proibidos para cachorro, como a cebola por exemplo.

No caso do alho, a quantidade permitida é bem pequena, portanto não é bom arriscar.

Os pães doces também estão proibidos.

Os pães doces contém grandes quantidades de açúcares refinados que podem prejudicar a saúde do seu cachorro.

Além disso, alguns pães industrializados são artificialmente adoçados com xilitol e esta substância é altamente tóxica para cachorros, podendo até mesmo causar a morte.

Então, se você tem o costume dar dar pão para seu cachorro, sugiro que faça a análise dos ingredientes da embalagem antes de oferecer e, por fim, dê com moderação.

 

Um Perigo Subestimado!

Fonte cuteness. com

Bem, você tem o costume de fazer pão caseiro?

Se você tem este costume delicioso, saiba que a massa de pão caseiro pode ser até mesmo fatal.

Para fazer pão caseiro você irá precisar deixar a massa crescer, de preferência em um ambiente quente, úmido e sem correntes de ar.

Infelizmente, para os cães que são alimentados com massa de pão, seus estômagos oferecem ótimas condições para o aumento da massa.

Há, portanto, uma grande possibilidade dessa massa fermentar no estômago do cachorro e se tornar muito tóxica.

Após a ingestão, o fermento na massa continua a fazer a massa crescer, distendendo o estômago do cão e liberando níveis tóxicos de etanol na sua corrente sanguínea.

A pressão da massa crescente pode causar inchaço, mas o perigo real é a intoxicação alcóolica.

Se você suspeitar que o seu cão  ingeriu massa de pão ou até mesmo, somente suspeitar, que ele tenha roubado massa de pão, chame o seu veterinário imediatamente e procure os sintomas da intoxicação alcóolica.

Estes sintomas são:  gases, vômito, ou tentativa de vômito, tontura e perda de coordenação, problemas incomuns de bexiga, mudanças comportamentais repentinas, letargia, depressão e, em casos muito graves, parada cardíaca e morte.

 

Devo ou Não Dar Pão Para Meu Cachorro?

Fonte: tresbohemes. com

Como dissemos acima, cães são animais carnívoros e não necessitam de tanto carboidrato.

Se fossemos pensar em cães em sua natureza primitiva, com certeza eles não teriam contato com este alimento.

Portanto, mesmo que alguns tipos de pães não sejam tóxicos para eles, certamente não é necessário em sua dieta natural.

Então, definitivamente, se decidir dar, utilize o pãozinho com moderação na alimentação do seu filho de quatro patas.

Veja mais sobre quais alimentos você pode dar ou para seu cachorro aqui.

Lembre-se também que cães sedentários ou mais velhos não devem ingerir muitos carboidratos para evitar ganho de peso significativo.

Se estiver pensando em pães em forma de petisco, nós temos uma ideia melhor para você.

Que tal dar uma olhada em nosso curso de PETISCOS SAUDÁVEIS?!

Clique Aqui Para Conhecer o Curso

Neste curso você vai aprender passo a passo receitas de petiscos saudáveis extremamente recomendados para seu cachorro.

São receitas fáceis de fazer e seu cachorro vai adorar.

Importante: Nosso conteúdo é produzido por profissionais veterinários e tem caráter informativo.

Mas existem algumas questões particulares ao seu cachorro que você SEMPRE deve entrar em contato com o seu veterinário de confiança.

Portanto, de nenhuma forma, substitui a orientação de um médico veterinário.

Sempre que o seu cachorro apresentar sinais anormais, leve-o ao médico veterinário.

Esperamos que neste artigo você tenha encontrado todas as informações que procurava.

Afinal, a saúde do seu cachorro é muito importante para nós.

Então, se você gostou deste artigo, nos ajude a distribuir estas informações compartilhando este artigo com seus amigos e nas suas redes sociais.

E não se esqueça de deixar um comentário abaixo para que possamos saber se você está gostando dos nossos conteúdos!

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo!

Um AUbraço