Little girl holds a puppy on her arms

Filhotes saudáveis são filhotes felizes! Por isso a alimentação para filhotes é tão importante!

E não pense que ter um filhote vai exigir de você intensas habilidades psíquicas, realmente não!

Poucas coisas bastam para que você possa ter certeza de que o seu filhote está feliz.

E mantendo estas coisas em ordem, com certeza sua jornada com seu novo cachorrinhos será de grande satisfação!

E os momentos felizes com seu filhote ficarão marcados para sempre em sua memória.

Aqui você vai aprender sobre alimentação e saúde, dois direitos básicos que todo tutor deve proporcionar para seu filhote.

Então continue lendo e veja o que você vai aprender:

Filhotes têm necessidades nutricionais diferentes de adultos:

  • eles estão crescendo rapidamente, 
  • construindo ossos e músculos e 
  • desenvolvendo órgãos.

Portanto seu filhote precisa de nutrientes extras para alimentar esta fase de crescimento!

Para isso, filhotes devem comer um alimento mais denso em calorias do que seria apropriado para um cão adulto típico, suficientes para abastecer seu crescimento rápido.

Filhotes também são especialmente sensíveis a problemas de saúde por deficiências nutricionais, toxinas e ingredientes de baixa qualidade.

E, por isso, os donos devem prestar muita atenção nos alimentos que oferecem durante o primeiro ano de vida de um cão.

Outra informação bastante relevante é que raças de cães grandes e pequenos têm necessidades de nutrientes específicas durante o crescimento como, por exemplo, diferentes taxas na relação cálcio/fósforo. 

Por isso, suas dietas diferem e devem ser ajustadas. 

Raças de porte grande devem receber uma fórmula de crescimento específica.

Como com todos os seres vivos, existem cinco elementos básicos que são necessários para a saúde ideal do seu filhote. 

São eles: vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos. 

Outro elemento muito importante é a água, que é essencial para o organismo do seu filhote.

Cães de todas as idades devem ter sempre uma fonte de água limpa e fresca disponível.

As proteínas ajudam na construção de todos os tecidos do seu filhote. 

Pense em proteínas como os blocos de construção que fortalecem o filhote.

As gorduras ajudam a manter a pele e pelagem saudáveis. 

Elas também ajudam o seu cachorro a desenvolver um cérebro saudável e visão saudável.

Os carboidratos ajudam a dar energia ao seu filhote.

Vitaminas e minerais auxiliam no processamento de outros nutrientes e na energia de todo o organismo.

Na maioria dos casos, um filhote pode começar a desmamar do leite de sua mãe ou substituir o leite a partir de 3 e 4 semanas de idade.

Pois, é neste momento o trato gastrointestinal do filhote começa a ser biologicamente modificado e preparado para receber alimentos sólidos.

Este processo pode se alongar até 7 – 8 semanas de idade até que o filhote seja transferido para longe do leite e comece sua dieta unicamente de alimentos sólidos.

Esse ajuste leva tempo porque precisa da adaptação do trato gastrointestinal. 

As paredes do estômago e intestino precisam ficar mais fortes, assim como o intestino precisa ser estimulado para aumentar sua motilidade e facilitar a digestão de sólidos.

Além disso, outros órgãos que participam da digestão, como pâncreas e fígado, ainda são imaturos e precisam se adaptar para começar a produzir as enzimas necessárias que ajudam na digestão de alimentos sólidos.

Para o começo desta transição, os alimentos devem ser misturados à água na proporção de 1:3 para formar uma espécie de mingau. 

E você pode fazer isso batendo o alimento sólido com a água no liquidificador.

Geralmente, os filhotes gostam de brincar com a comida, então você pode ajudá-lo a saber que aquilo que você está oferecendo é para se comer. 

Tente mergulhar o dedo na comida e segurá-lo para o seu cachorro lamber.

A medida que o seu filhotinho estiver se acostumando com este mingau, vá diminuindo a quantidade de água, até que consiga oferecer o alimento completamente sólido.

E lembre-se: esse processo pode durar até as 7 – 8 semanas de idade.

Alimente seu filhote 3 vezes ao dia até que ele complete 6 meses de idade, depois passe para 2 vezes ao dia.

Filhotes recebem hidratação do leite materno, mas a ingestão de água aumentará uma vez que o alimento sólido comece a ser oferecido. 

A água potável deve ser oferecida às 5 semanas.

O desmame precoce é desencorajado, pois pode levar à desnutrição, doenças relacionadas ao estresse, habilidades sociais diminuídas e problemas comportamentais.

Após o desmame, a maioria dos filhotes perde a capacidade de digerir o açúcar do leite (lactose). 

Portanto, embora pequenas quantidades possam ser toleradas, a alimentação com leite pode causar problemas intestinais e diarreia porque os cães não conseguem digeri-lo adequadamente.

Antes de fazer o desmame e a transição você precisa optar por qual tipo de alimentação vai oferecer para o seu cachorro durante a vida dele.

Não que essa seja uma escolha para a vida toda, a qualquer momento você pode modificar sua dieta, mas isso implicará em um novo processo de transição.

Ao escolher entre as opções de rações comerciais seca ou úmida (ou ambas) ou a alimentação natural para cachorros certifique-se de estar oferecendo a melhor nutrição.

Alimentos comercialmente produzidos, como rações secas e enlatados são uma opção de fácil acesso e com um incontável número de opções.

Para escolher procure saber as informações nutricionais que devem estar contidas no rótulo.

Evite alimentos que contenham milho ou trigo como principais ingredientes, evite também quantidades excessivas de conservantes químicos.

Evite também formulações com estes ingredientes: farinha de carne e ossos, farinha de subprodutos, farinha de penas, farelo de milho, farelo de soja.

Ao comprar uma ração comercial seca ou úmida confira os níveis de proteínas, carboidratos e gorduras, assim como as fontes destes elementos.

Os níveis ideais de proteínas indicados para filhotes variam entre 22 a 25%.

Já os níveis de gordura indicados para filhotes é de 8%. 

Enquanto a maioria dos cães hoje em dia é alimentada com ração comercial, há um crescente interesse na alimentação natural.

O objetivo da alimentação natural é dar ao seu cão uma dieta que é projetada para se adequar a um animal que era carnívoro, e que ao longo de sua associação com a humanidade, desenvolveu a capacidade de digerir uma série de tipos adicionais de alimentos. 

Os ancestrais caninos eram essencialmente carnívoros, projetados para processar carne e ossos. 

Hoje os cães já não são considerados essencialmente carnívoros e sim onívoros.

alimentação para filhotes

O filhote pode ser introduzido na alimentação natural normalmente, do mesmo jeito que se faz com a ração comercial.

Não misture ração comercial com alimentação natural. 

A ração requer um pH diferente para que seja digerida no trato gastrointestinal, e atrasa o metabolismo do alimento natural, de forma que a mistura pode deixar o filhote suscetível a infecções intestinais.

Converse com o médico veterinário para que ele prescreva uma fórmula de alimentação natural para seu filhote.

Uma vez que seu filhote esteja completamente desmamado por volta de 7 ou 8 semanas, e adaptado a nova dieta sólida, você poderá introduzir petiscos ocasionalmente.

Petiscos são ótimos para serem usados durante o adestramento para recompensar o bom comportamento.

Eles também podem ser usados para satisfazer a necessidade de mastigar do seu filhote.

Você deve garantir que seu filhote esteja obtendo apenas ingredientes saudáveis.

Uma forma de garantir isso é oferecer petiscos naturais feitos com ingredientes naturais, como frutas e legumes.

Ou até mesmo, congelar pedaços de frutas para dar para o filhote (é bom para suas gengivas).

Evite qualquer petisco com produtos químicos e conservantes não naturais, como BHA.

Falando em petiscos, aproveite e conheça nosso curso de PETISCOS SAUDÁVEIS!

Este curso é incrível para você que quer dominar a arte de fazer petiscos incríveis (e até mesmo ganhar uma renda extra com isso)!

>>> BISCOITOS SAUDÁVEIS PARA CACHORRO <<<

Neste curso você vai aprender passo a passo receitas de petiscos saudáveis extremamente recomendados para seu cachorro.

São receitas fáceis de fazer e seu cachorro vai adorar.


Importante: Nosso conteúdo é produzido por profissionais veterinários e tem caráter informativo.

Mas existem algumas questões particulares ao seu cachorro que você SEMPRE deve entrar em contato com o seu veterinário de confiança.

Portanto, de nenhuma forma, substitui a orientação de um médico veterinário.

Sempre que o seu cachorro apresentar sinais anormais, leve-o ao médico veterinário.


Esperamos que neste artigo você tenha encontrado todas as informações que procurava.

Afinal, a alimentação e saúde do seu filhotinho é muito importante para nós.

Então, se você gostou deste artigo, nos ajude a distribuir estas informações compartilhando este artigo com seus amigos e nas suas redes sociais.

E não se esqueça de deixar um comentário abaixo para que possamos saber se você está gostando dos nossos conteúdos!

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo