akita (8)

O Akita é uma raça de cães de grande porte que teve sua origem no Japão.

Esta raça é muito conhecida pela lealdade inabalável aos seus proprietários.

A missão de um Akita pode ser servir seu tutor por uma vida inteira.

Ele será um protetor amoroso que irá segui-lo pela casa e ficar o tempo todo curtindo sua companhia.

Por esse mesmo motivo, Akitas demonstram ser guardiões naturais.

Os Akitas também são  imponentes e confiantes.

Mas também podem ser surpreendentemente doces e carinhosos com os membros da família.

Curiosamente, Akitas possuem traços de comportamento felino.

Como um tigre, ele perseguirá sua presa silenciosamente, com o corpo baixo no chão.

O Akita também se mostra incomum com seus hábitos de higiene, lambendo seu corpo como um gato.

Em 1931, foram levados aos Estados Unidos, onde foram cruzados com Pastores Alemães e promovidos a cães de guarda.

A partir deste momento nasceram duas raças distintas: a japonesa (Akita Inu) e a americana (Akita Americano).

Essas duas raças foram unificadas pela federação cinófila, mas possuem características diferentes.

Essas e outras características você vai ver aqui neste super guia que a Cachorros Incríveis preparou para você.

Perfil da Raça Akita

Grupo: Cães de Caça

Tamanho: Porte Grande

Peso: Os machos podem pesar de 34 a 55 quilos, já a fêmeas, de 32 a 50 quilos.

Altura: Os machos podem ter 64 a 70 centímetros, já as fêmeas, de 58 a 64 centímetros de altura.

Expectativa de vida: de 10 a 15 anos.

Origem: Japão

Pelagem: Média, dupla camada

Cores: Branco, Tigrado, Fulvo, Fulvo-vermelho, Vermelho, Malhado, Sésame

Destaques da Raça Akita

Akita Inu versus Akita Americano

Existem dois tipos de Akita e, embora sejam muito semelhantes em vários aspectos, há pequenas diferenças na aparência.

O Akita Inu (ou Akita Japonês) é um pouco mais leve e menor que o Akita americano.

Akitas Inus são mais ágeis e com aspecto harmonioso.

Já os Akitas americanos são mais fortes, pesados e com aspecto mais imponente.

As maiores diferenças estão na cor.

Para o Akita Inu são consideradas apenas 3 cores: branco, vermelho e tigrado (podendo ser tigrado branco ou tigrado vermelho).

Já o Akita Americano pode ter diversas cores e combinações e, geralmente possuem uma máscara negra na face ou branca na testa.

A diferença mais sutil está no desenho da cabeça, onde o Akita Inu tem orelhas menores formando um triângulo.

Enquanto o Akita Americano tem orelhas maiores e de inserção mais semelhante ao dos Pastores Alemães.

Akitas Podem Ser Ótimos Cães de Guarda

O Akita é um cão companheiro amoroso e leal e irá proteger a família contra qualquer coisa.

Por isso, são considerados ótimos cães de guarda.

Além disso, esta raça considera estranhos como seus inimigos.

Então você precisa apresentar seu Akita para amigos e parentes para evitar que eles sejam atacados.

Akitas Possuem Instinto Caçador

O Akita pode ser agressivo para outros animais e não deve ser confiável em torno de animais menores, como gatos, galinhas e patos.

Todo Akita é um caçador, mesmo que nunca tenham sido ensinados a caçar.

Portanto, eles vão caçar, atacar e comer pequenos animais que eles considerarem como sua caça.

Akitas Não Toleram Contato Visual

Por considerarem o contato visual como um desafio, você nunca deve olhá-lo nos olhos.

Mesmo que ele seja seu por anos, eles têm um instinto dentro deles que pode aparecer a qualquer momento se acionado.

Além disso, eles são muito possessivos com a comida, então ninguém deve ter permissão para se aproximar do Akita durante as refeições.

História da Raça Akita

O Akita Inu japonês originou-se em Akita, uma cidade localizada na região de Tohoku, no norte de Honshu (a principal ilha do Japão).

Os ancestrais mais distantes desta raça são os cães do tipo Spitz.

Já os seus antepassados mais próximos eram cães chamados de Matagi Inu, que significa “caçador estimado”.

Eles eram excelentes cães de caça.

Por volta de 1700, a história da raça tomou um rumo inesperado durante o reinado (1680-1709) do quinto shogun do Japão, Tokugawa Tsunayoshi.

Tsunayoshi nasceu no ano do cachorro e tinha um interesse especial em cães.

As pessoas o chamavam de Inu Kubo (shogun de cachorro), já que seu amor por cães era muito grande.

Em 1687, Tsunayoshi emitiu leis que ordenavam que qualquer um que prejudicasse cães fosse preso ou mesmo executado.

De um cão do campo comum, o Akita Inu havia se transformado em um cão para samurais e outros nobres japoneses, e alguns até tinham sua própria casa com criados.

Mas, os anos dourados do Akita Inu não duraram para sempre.

Por causa da modernização do Japão durante o período Meiji (1868-1912), os samurais tornaram-se obsoletos.

E então o Akita começou a ser criado como cão de briga.

Para isso eles foram cruzados com outra raça japonesa, o Tosa, o que resultou em uma degeneração de sua pureza.

A raça tornou-se maior, mais atlética e corajosa e alguns até não tinham ouvidos para cima.

Porém, no começo dos anos 1900 duas situações dizimaram os Akita do Japão, e quase acabaram em extinção da raça.

Depois de um surto fatal de raiva no início de 1900, mais de 3.000 Akitas morreram.

Além disso, as coisas ficaram ainda piores quando o Japão introduziu um imposto canino, que levou milhares de Akitas a serem abatidos.

Por volta de 1930, as coisas voltaram à direção certa.

Em 1927, a sociedade Akita Inu Hozonkai (AKIHO) foi fundada, e proibiu novos cruzamentos se concentrando na preservação da raça.

Além disso, em 1931, o governo japonês designou o Akita Inu como Monumento Natural do Japão.

Um tempo de reprodução seletiva e compra de cães de vilarejos remotos de Matagi se seguiu, resultando em um retorno lento, porém constante ao tipo original da raça.

Apesar dos esforços, muito desse bom trabalho foi jogado fora durante a Segunda Guerra Mundial, onde Akita Inu foi utilizado como alimento e por suas peles. 🙁

Mas, graças a um nobre senhor, Ichinoseki Kuniro, membro da AKIHO, alguns cães foram mantidos e imediatamente começaram a se reproduzir novamente após o fim da guerra.  

Curiosidades:

Dizem que um dos fatos que levou o Akita a ser considerado um monumento nacional foi a história de Hachiko.

Hachiko foi um Akita que se tornou símbolo de lealdade.

Esta história verdadeira é a mais famosa de todas as histórias de cães.

Ela se tornou uma espécie de lenda moderna, transmitida de geração em geração e também em livros, filmes e dramas de televisão.

Não só demonstra a ligação profunda que pode ser formada entre humanos e cães, como mostra a essência do temperamento de um cão japonês: lealdade e devoção.

A história conta que no início da década de 1920, o professor do Departamento de Agricultura da Universidade Imperial (agora Universidade de Tóquio) e residente de Shibuya, centro-oeste de Tóquio, tornou-se o proprietário de um filhote de Akita.

O professor Ueno, que sempre foi um grande amante de cães, nomeou-o como Hachiko.

Os dois se deram extremamente bem e Hachiko acompanhava o professor partir para a estação de Shibuya pela manhã.

Assim que seu mestre embarcava, Hachiko voltava a casa e então retornava à estação de Shibuya e aguardava Ueno na entrada do portão da estação.

Isso se tornou a rotina diária de Hachiko.

No entanto, a vida feliz de Hachiko como o animal de estimação do professor Ueno foi interrompida pela morte do professor, apenas um ano e quatro meses depois.

A história conta que, na noite do velório, Hachiko, que estava no jardim, atravessou as portas de vidro da casa e entrou na sala onde o corpo estava estendido, e passou a noite ao lado de seu mestre, recusando-se a sair.

Outra conta que quando chegou a hora de colocar vários objetos particularmente amados pelo falecido no caixão com o corpo, Hachiko pulou dentro do caixão e tentou resistir a todas as tentativas de removê-lo.

Mas é depois disso que a parte realmente triste da história começa.

Depois que seu mestre morreu, Hachiko foi enviado para morar com parentes do professor Ueno que morava em Asakusa, na parte leste de Tóquio.

Mas ele fugiu várias vezes e voltou para a casa em Shibuya.

Hachiko ia todos os dias para a Estação de Shibuya como o costume de sempre, e esperava que seu mestre voltasse para casa.

E ele fez isso dia após dia até a data de sua morte, 9 anos e 10 meses depois do falecimento de Ueno.

Personalidade da Raça Akita

Akitas são cães muito inteligentes e com personalidade forte.

E isso pode significar que esses cães não são a melhor escolha para tutores de primeira viagem.

Eles precisam ser manuseados e treinados usando uma mão suave e firme, e precisam saber o seu lugar na matilha para serem cães equilibrados.

Os cães desta raça formarão um laço muito forte com um dos seus tutores e mostrarão sua devoção de uma maneira calma e quieta sempre querendo saber onde um dono está, mas nunca importunando-o de maneira alguma.

O Akita tem uma qualidade inata para defender e proteger sua família, o que significa que os proprietários devem ter sempre muito cuidado ao apresentá-lo às pessoas e visitantes da casa.

Os akitas são incrivelmente perceptivos e reconhecem facilmente as pessoas cujas intenções não são bem-vindas sem a necessidade de serem treinados para isso.

O Akita é rápido para aprender coisas novas e isso significa que eles são ultra-rápidos para pegar quaisquer maus hábitos se forem permitidos ou se não forem adestrados corretamente, o que é algo a ser evitado a todo custo.

Treinar um Akita pode ser difícil, porque eles são determinados e teimosos.

Mas, como já dissemos, eles são muito inteligentes e com o treinamento certo e muita paciência, o seu Akita pode aprender a fazer qualquer coisa.

Saúde do Akita: Veja os Pontos Críticos

A raça Akita tem uma expectativa de vida de 12 a 15 anos. São geralmente saudáveis, mas, como todas as raças, estão propensas a certos problemas de saúde.

Nem todos os Akitas vão adquirir essas doenças, mas é importante estar ciente delas se você estiver pensando em ter um cachorrinho desta raça.

Atrofia Retiniana Progressiva

São distúrbios degenerativos do olho que eventualmente levam à cegueira permanente em ambos os olhos.

Displasia de quadril

Ocorre desenvolvimento anormal e / ou degeneração da articulação coxofemoral (quadril).

Torção-Dilatação Gástrica

Muito comum em animais de grande porte.

Nesta doença pode ocorrer a torção completa ou parcial do estômago.

Pode acontecer principalmente com cachorros que são alimentados apenas uma vez ao dia, e logo em seguida fazem exercícios vigorosos.

Sem atendimento  veterinário imediato, o cachorro pode morrer.

Hipotiroidismo

É causado por uma deficiência de hormônio da tireoide.

Os sinais que incluem infertilidade, obesidade, aborrecimento mental e falta de energia.

O pelo do cão pode tornar-se grosseiro e quebradiço e começar a cair, enquanto a pele fica dura e escura.

O tratamento para hipotireoidismo inclui a reposição do hormônio.

Geralmente, a medicação deve continuar durante toda a vida do cachorro.

Adenite Sebácea

É uma doença genética da pele difícil de diagnosticar e muitas vezes é confundida com hipotireoidismo, alergias ou outras condições.

Nesta doença, as glândulas sebáceas da pele ficam inflamadas por razões desconhecidas e acabam sendo destruídas.

Os cães afetados geralmente têm pele seca e escamosa, com queda de cabelo no topo da cabeça, pescoço e costas, pele espessa, odor desagradável e infecções secundárias na pele.

Pelagem do Akita

A pelagem do Akita é de comprimento médio e possui duas camadas de revestimento.

A camada superior é chamada de capa protetora, e tem aspecto duro e áspero.

O revestimento inferior é chamado de subpelo e é grosso e macio.

A pelagem é bastante densa, o suficiente para mantê-los quentes e secos nas condições mais adversas, como as montanhas frias do Japão, de onde se originaram.

As cores aceitas para o Akita Japonês são branco, vermelho e tigrado (podendo ser tigrado branco ou tigrado vermelho).

Já o Akita Americano pode ter diversas cores e combinações e, geralmente, possuem uma máscara negra na face ou branca na testa.

Além disso, o subpelo pode ter uma cor diferente do revestimento externo.

A cauda grossa e peluda é a marca registrada do Akita, e se enrola sobre as costas.

Eles têm queda de pelos moderada que acentua em dois períodos do ano para a troca total de pelos.

Cuidados e Higiene Com o Akita

O Akita é um cão geralmente muito limpo.

Ele possui o hábito de se lamber como um gato e fazer a sua própria higiene.

Por isso, eles raramente precisam de banho (a menos que fiquem sujos).

Mas é necessário escovação pelo menos 1x por semana para remover a pelagem morta.

Acostume seu filhote desde cedo com a manipulação para que você possa escová-lo.

Convívio do Akita Com Crianças e Outros Pets

O Akita é uma boa escolha como um animal de estimação da família.

Entretanto, isso realmente depende de como um Akita é socializado quando jovem quanto à forma como eles reagem em torno de crianças.

As crianças devem ser ensinadas a “se comportar” quando estão em torno de qualquer cão.

Aliás, qualquer interação entre crianças e cães precisa ser supervisionada por um adulto para garantir que as coisas permaneçam boas e calmas.

O Akita tende a ser agressivo com outros cães, especialmente aqueles do mesmo sexo.

Ele é mais adequado para uma casa de um cão.

Alimentação do Akita

Uma dieta bem equilibrada é vital para manter seu Akita saudável e feliz.

Para uma boa nutrição, garanta que a sua dieta contenha equilíbrio de todos os nutrientes essenciais.

Uma suplementação com vitaminas e minerais pode ser feita se necessário. Para isso, fale com seu veterinário.

Conhecer alguns fatores básicos de dieta e nutrição vai ajudar você a determinar que tipo de dieta é melhor para seu Akita.

Como com todos os seres vivos, existem cinco elementos básicos que são necessários para a saúde ideal do seu Akita.

São eles: vitaminas, minerais, proteínas, gorduras e carboidratos (com restrição).

Outro elemento muito importante é a água, que é essencial para o organismo do seu Akita.

As quantidades de cada elemento podem variar de acordo com a idade, nível de atividade, condições de saúde e/ou doença.

Todos estes nutrientes combinados, somam-se em suas calorias para montar uma dieta ideal.

Para calcular a quantidade de calorias que seu cachorro deve comer acesse esta calculadora de calorias própria para cachorros aqui.

Aconselhamos, no entanto, que o ideal é que você consulte o médico veterinário.
Ao escolher entre as opções de rações comerciais seca ou úmida (ou ambas) ou a alimentação natural para cachorros certifique-se de estar oferecendo a melhor nutrição.

Mantenha seu Akita em boa forma, sempre colocando a quantidade correta de alimento, e dividindo em 2 ou 3 refeições ao dia.

Preço de um Filhote de Akita

Essa é uma dúvida frequente de muitas pessoas que estão em busca do seu filhote perfeito.

O preço de um filhote de Akita pode variar absurdamente, de um criador para outro.

Algumas variáveis que compõem o preço de um filhote, seja ele Akita ou de outra raça, são:

  • os custos que o criador tem para adquirir e para manter as matrizes;
  • os custos de todos os cuidados dispensados para produzir uma ninhada;
  • os custos com veterinários e outros profissionais envolvidos.

Ou seja, quanto maior o nível de profissionalismo e cuidados com todos os animais envolvidos, maior é o preço de um filhote.

Em contrapartida, infelizmente, existem criadores que mantêm seus cães em situações de vida insalubres e, por isso têm um preço mais baixo.

Fuja deles.

Essas questões não são vias de regra, por isso, é totalmente indicado que você pesquise a fundo como são as condições de criação e a reputação deste criador de cães.

Faça várias visitas ao canil, de preferência sem hora marcada para certificar de que está fazendo uma escolha certa.

Em nossa pesquisa encontramos preços de Akita entre R$1.000,00 a R$4.800,00 reais.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre seu Akita, queremos saber como é seu convívio e de sua família com essa raça incrível.

Compartilhe conosco suas experiências com seu(s) Akita(es) deixando um comentário.

Além disso, também criamos uma hashtag perfeita para você e seu Akita.

Publique no seu Instagram, uma foto do seu Akita com a seguinte hashtag #Akitasincriveis

Você poderá ter uma foto do seu Akita aqui neste artigo!

Nos ajude também a compartilhar essas informações e ajudar centenas de milhares de pessoas com seus Akitas.

Compartilhe com seus amigos ou em suas redes sociais.

Um AUbraço! E até o próximo artigo!