como fazer o adestramento de cães em casa 2

Muitos tutores desejam saber como fazer o adestramento de cães em casa.

Afinal, essa tarefa pode ser muito prazerosa entre você e seu filho de 4 patas.

Adestrar seu cachorro em casa forma laços afetivos e conexões muito fortes entre o tutor e o cachorro.

Porém, se o adestramento não for feito corretamente, pode se tornar uma bela dor de cabeça.

Não significa que o adestramento de cães em casa seja um processo complicado.

E, com certeza, não existe apenas uma forma certa de fazer para que você obtenha sucesso.

Pois, mais importante que a técnica ou o processo (desde que feitos com respeito e amor) são grandes doses de paciência e consistência!

Felizmente, na maioria dos casos, adestrar em casa é bastante simples e hábitos e comportamentos podem ser ensinados e aperfeiçoados.

Por isso, separamos as dicas mais importantes para que você obtenha sucesso adestrando em casa, seja qual for o método de adestramento.

Veja o que você vai aprender neste artigo:

Para adestrar efetivamente seu cachorro é importante que você tenha um plano.

Então, você precisará reunir alguns equipamentos, definir uma rotina e um cronograma e aprender algumas coisas sobre o adestramento.

Para que você obtenha sucesso na educação do seu cachorro não há necessidade de muitos equipamentos, mas alguns suprimentos básicos vão ajudar a tornar o processo mais conveniente e eficaz.

Dentro desses equipamentos básicos, dois se destacam: uma coleira confortável para o cachorro e adequada para adestramento e um alimento, como, por exemplo, o petisco que o cachorro mais gosta, para que sirva de recompensa.

Sabemos que existem diversas técnicas de adestramento de cães.

O método tradicional e o adestramento inteligente são algumas dessas técnicas.

O adestramento tradicional – baseado em técnicas de dominância – está cada vez mais sendo MENOS utilizado.

O adestrador de cães, Cesar Millan, conhecido como o encantador de cães, é o mais famoso (e polêmico) defensor dessa técnica.

O adestramento tradicional utiliza punições, como, por exemplo, através de coleiras que apertam o pescoço, para evitar a repetição de comportamentos indesejados.

Já o adestramento inteligente é baseado em métodos de reforço positivo, nas quais o bom comportamento é valorizado e as punições são proibidas.

Nessa técnica, quando o cachorro acerta em obedecer o comando, ele recebe um reforço positivo, que pode ser um petisco, um carinho, um brinquedo, ou uma mistura dessas recompensas.

Saiba mais sobre técnicas de adestramento lendo nosso artigo sobre o assunto.

Então, ao escolher uma técnica ou método de adestramento de cães em casa, esteja certo de que esta escolha é a certa para você e para seu cachorro.

E, depois que começar a utilizá-la, siga com ela até obter sucesso. É importante que você seja consistente e não desista.

Tanto cães filhotes como cães adultos se saem melhor quando suas vidas são controladas por uma rotina regular.

A programação ensina que há momentos para comer, horários para brincar e para fazer suas necessidades.

Para ser favorável, adapte a rotina do seu cachorro à sua própria rotina e estilo de vida. Seja o líder e estabeleça as regras.

Você vai perceber que o seu cachorro irá se acostumar com a rotina mais rápido do que imagina.

Nos casos em que o tutor não estabelece uma rotina para seu cachorro, ele acaba estabelecendo a sua própria.

E o resultado disso pode significar, por exemplo, que ele acabe fazendo suas necessidades no lugar errado.

Leitura Complementar: Como Ensinar o Cachorro a Fazer As Necessidades No Lugar Certo

Aliás, a respeito de fazer as necessidades no lugar certo, de um modo geral, o cachorro pode controlar sua bexiga uma hora para cada mês de idade.

Isto é, se o seu cachorro tiver dois meses, ele pode segurar o xixi por cerca de duas horas.

Por isso, filhotes têm necessidade de acompanhamento em intervalos menores e é garantido que em algum momento você vai encarar um “acidente”.

Mas não se preocupe, estabeleça a rotina e siga com ela até que o cachorro se acostume.

Essa rotina deve incluir horários de alimentação, de passeio e exercícios, de aulas de adestramento e de fazer as necessidades no lugar certo.

As aulas de adestramento devem ser divididas em sessões curtas, mas podem ser repetidas de 2 a 3 vezes ao dia.

Sessões de adestramento com duração de 5 até 15 minutos podem ser muito proveitosas e efetivas.

Isto é especialmente verdade para os filhotes, devido ao seu tempo de atenção muito curto.

Sessões mais longas podem fazer até mesmo com que um cão adulto fique entediado.

Em cada aula de adestramento ensine um comando para que seu cachorro não fique confuso e sobrecarregado.

Muitos especialistas concordam que o comando sentar é um dos mais fáceis para o seu cão aprender primeiro. Em seguida, você pode treinar seu cão a se deitar.

Os comandos básicos de obediência, como, por exemplo, ficar e vir, são outros comandos que você pode ensinar para seu cachorro.

Falamos mais desses comandos de obediência aqui.

Muitos tutores, principalmente de cães machos, reclamam que seus filhos de 4 patas só fazem suas necessidades no lugar errado.

Mas, a grande verdade é que a maioria deles nunca ensinou seu cão a fazer as necessidades no lugar certo.

E esse ensinamento deve fazer parte de todo programa de adestramento em casa.

Se compararmos cachorrinhos com bebês, ensinar o cachorro o lugar certo das suas necessidades é como se fosse ensinar o bebê a usar o penico!

Para aprender como fazer isso passo a passo, não se esqueça de ler nosso artigo completo sobre o assunto aqui.

Conclusão

Esperamos que este artigo ajude você a educar seu filho de 4 patas, caso você tenha escolhido fazer o adestramento de cães em casa

E nos ajude a levar informações para outros tutores de cães, compartilhando este artigo com seus amigos e em suas redes sociais.

Fazendo isso você estará ajudando outros apaixonados por cães que querem adestrar seus cachorros em casa.

Não se esqueça de deixar um comentário nos dizendo se você já teve problemas com adestramento do seu cachorro e se conseguiu resolvê-lo com o que aprendeu aqui no artigo.

Compartilhe suas experiências conosco!

Até o próximo artigo!

Um AUbraço