Se você quer aprender como adestrar um cachorro, você está no lugar certo. Pois preparamos um guia completo para você neste artigo.

Onde ele vai te ajudar a transformar um cachorro bagunceiro e problemático em um cão incrível!

Não importa se você quer aprender como adestrar um cachorro filhote ou um cachorro adulto, esse guia é definitivamente para você.

O grande problema é que a maioria das pessoas, quando pensam em adestramento de cães, elas pensam nisso:

E isso nem de longe é verdade. Adestramento não é somente para criar super-cães para competições ou cães de guarda.

É claro que ensinar truques para o seu cachorro, como sentar, deitar, rolar e entre outros, também fazem parte do que chamamos de adestramento.

Porém, adestrar um cachorro vai muito além disso. E é isso que você vai ver neste artigo.

Nesse Post Você Vai Aprender:

Por Que Você Deveria Aprender Como Adestrar Um Cachorro?

Se você quer saber o porque deveria imediatamente a começar a adestrar seu cachorro, aqui vão alguns motivos:

Motivo 1: Comportamento

Adestrar seu cachorro pode te ajudar, acima de tudo, a eliminar comportamentos destrutivos ou indesejados por você.

Seu cachorro morde seus sapatos, outros objetos da casa ou você e outras pessoas?

Seu cachorro late demais e descontroladamente?

Seu cachorro cava o jardim ou o quintal da sua casa?

Seu cachorro pula em você ou nas suas visitas, às vezes até machucando?

Seu cachorro faz necessidades nos lugares errados?

Todos esses e muitos outros são sinais de comportamentos que podem ser removidos e substituídos por outros comportamentos saudáveis e seguros, através do adestramento.

Então, vamos encarar o fato de que você realmente precisa adestrá-lo.

E mesmo sabendo de tudo isso, tem muitos outros fatores benéficos para você, sua família e para o cão.

Além de saber que, após aprender como adestrar um cachorro, você pode eliminar comportamentos indesejados do seu cãozinho, existem outras séries de motivos pelos quais você deveria começar a fazer isso.

E saiba de uma coisa, se seu cão tem um comportamento indesejado por você, saiba que isso não é culpa dele e sim sua, que não ensinou como se comportar da maneira correta até hoje.

Porém, após esse post, você será capaz de corrigir isso.

Motivo 2: Sobrevivência

Fonte: canineminded.com

Ensinar alguns truques, como por exemplo, ensinar um cachorro a sentar e ficar, pode, literalmente, salvar a vida do seu cachorro.

Imagine que você esteja levando seu cãozinho para passear em um local extremamente movimentado e com carros passando a todo momento.

Se o cão se assusta com alguma coisa, ele pode correr para o meio da rua e acabar atropelado por um carro.

Ou então, enquanto está passeando com você em um parque, avista um cachorro e parte para cima dele como instinto de proteção.

Então, usar truques como fazê-los ter atenção em você e ficar parado, pode salvá-lo desse tipo de situação.

Motivo 3: Conexão

Aprender como adestrar um cachorro, também pode trazer outro benefício gigantesco, que é a conexão.

Conexão do seu cachorro com você.

Você sentirá que seu está mais companheiro do que nunca. Que participa mais das brincadeiras, que entende a hora de parar com um comportamento indesejado, que sabe como agir perto e longe de você.

A conexão com seu cão, vai tornar o relacionamento entre vocês muito mais forte.

E isso não beneficia somente você, também beneficiará outras pessoas e animais que convivem ao redor do seu cãozinho.

Pois ele se tornará muito mais sociável.

E após você aprender como adestrar um cachorro, você e ele poderão ter isso também.

Adestrar Um Cachorro Não Vai Tirar a “Natureza” Dele?

Essa é uma das dúvidas e objeções mais frequentes quando se sobre o assunto de como adestrar um cachorro.

E isso nem de longe é verdade.

A verdade é que isso vai aumentar ainda mais o que já é natural dos cães. Afinal, eles não são chamados de “melhor amigo do homem” atoa.

Desde a explosão da domesticação dos cães, há séculos atrás, mostra que eles, por instinto, aceitam o homem como um líder.

Você pode ver um pouco mais sobre a história do cachorro aqui.

Então, fica bem claro entender que adestrar seu cachorro, vai tornar você o melhor líder possível para o seu cãozinho.

E trará todos os benefícios para vocês.

Devo Contratar Um Adestrador Profissional Para Adestrar Meu Cachorro?

A resposta para essa pergunta é: depende.

Fica claro que com o auxílio de um adestrador profissional, você terá resultados mais rápidos e consistentes.

E se você tem essa possibilidade, vá em frente.

Porém, sabemos que contratar um adestrador profissional nem sempre está ao alcance de todo mundo, principalmente porque esse tipo de profissional não é tão barato (pelo menos os bons).

E se esse for seu caso, não se preocupe, você pode também adestrar seu cachorro.

Afinal, dificilmente você vai encontrar profissional que conheça o seu cão melhor do que você.

Aprender como adestrar um cachorro e ensinar o seu cachorro por conta própria é sim, completamente possível, e vou além, recomendável.

Entendendo Como Um Cachorro Aprende

Uma das principais reclamações de donos de cachorros é a seguinte: “meu cachorro não me ouve“.

Porém, tenta se colocar na situação do seu cãozinho.

Imagine que você está junto com outra pessoa e essa pessoa fala uma língua completamente diferente da sua.

Imagine que você fez algo que essa pessoa não gostou e ela começa a berrar em tom de voz alto e sinalizar para todo o lado.

Vai ficar bem complicado de entender o que você fez que essa pessoa não gostou. Correto?
Ou pelo menos, vai levar um tempo para você entender que aquele foi um comportamento errado.

Com os cães, é mais ou menos da mesma forma.

Quando seu cão fizer algo que você não gosta, não adianta berrar, espernear, bater, morder (morder?) o seu cãozinho.

Os cães aprendem por associação.

Basicamente por dor e prazer.

E não me entenda mal. Quando digo dor, não quero dizer dor física, e sim, cognitiva. Ou seja, aquilo que é desprazeroso.

Ou seja, quando o cachorro tem uma experiência boa, ele entende aquilo como certo.

Quando ele tem uma experiência ruim, ele entende aquilo como errado.

Agora, como aplicar isso na prática para fazer com que seu cãozinho te entenda? Vou explicar mais sobre isso ao longo deste artigo, quando chegarmos em métodos.

Pois, antes, você precisa entender o seguinte: sim, seu cachorro vai conseguir te entender, caso você faça isso da maneira correta.

E a prova disso, foi um estudo realizado por um cientista chamado Attila Andics, que comprovou que os cães são sim capazes de entender mais do que imaginamos.

Tanto o que falamos, como a entonação que usamos para falar.

Aqui abaixo vai um vídeo (em inglês) sobre o estudo, publicado pela renomada revista Science Magazine.

Nesse estudo, o pesquisador utilizou uma máquina de ressonância magnética para ler as atividades cerebrais de 13 cachorros diferentes de diversas raças.

E o estudo comprovou que, assim como as pessoas, os cachorros utilizar o hemisfério norte do cérebro para processar palavras e o hemisfério direito para processar entonações.

Ou seja, quando utilizamos palavras como “bom garoto!” para recompensar um comportamento dos nossos cães na entonação certa, eles conseguem entender isso como uma coisa boa.

E além desse estudo, é comprovado que nossos cães também conseguem entender expressões corporais.

E o que prova isso é um estudo feito por um pesquisador chamado Ludwig Huber, na Universidades de Medicina Veterinária de Viena.

Onde ele inseriu diversas variações de fotos de pessoas sorrindo e pessoas a expressão de bravas.

E toda vez que o cão tocasse nas fotos com das pessoas com expressões felizes, eles eram recompensados com um petisco.

Ao todo, 24 cães foram testados.

E os resultados mostraram que os cães sabem ler as emoções humanas. Onde, o cão sempre procurava pela foto com demonstração de prazer, e evitava a com expressão bravas.

Você pode ver uma matéria sobre o estudo, do renomado jornal Daily Mail neste link (em inglês).

Ou seja, são estudos que provam que cachorros aprender através de estímulos.

Eles tendem a repetir mais aquilo que lhes colocam próximo ao prazer e sempre tentam evitar a dor.

Agora, como você pode mostrar isso ao seu cão de forma estratégica e fazer com que ele tome o comportamento que você deseja.

A resposta é simples:

Se ele fez algo que você goste, recompense-o.

Se ele fez algo que você não goste, ele não recebe recompensa por isso.

Quanto mais recompensado o cão for por um comportamento desejável, mais ele repetirá esse comportamento, pois ele entenderá que isso coloca ele mais próximo do prazer.

Existem métodos que estimulam inclusive a punição para comportamentos indesejados.

Os dois métodos mais famosos utilizados são O Líder da Matilha e o método do Reforço Positivo.

O Líder da Matilha:

Fonte: http://trainingcesarsway.com/

Esse é um método muito utilizado no mundo todo e que ficou muito conhecido pelo famoso adestrador mexicano, Cesar Millan.

Esse método utiliza como conceito que os cães, que é uma raça derivada dos lobos selvagens, por instinto, ficam submissos quando percebem uma figura de “líder da matilha”.

E o método utiliza desse conceito para transformar o dono do cão como líder.

O método utiliza técnicas de dominação e de punição quando o cão faz algum comportamento indesejado.

Levando o cão à submissão e, por consequência, a obediência.

Você pode ver um dos episódios do programa da Encantador de Cães do canal Animal Planet, com o adestrador Cesar Millan aqui abaixo:

Método do Reforço Positivo:

Esse é um outro dos métodos mais utilizados no mundo, e tem como conceito principal a repetição de comportamentos desejados seguido de uma recompensa por isso.

É o principal método utilizado pela famosa treinadora inglesa Victoria Stilwell e também utilizado por Zak George, autor do Livro Dog Training Revolution.

Esse método geralmente vai contra métodos de dominação ou de punição por maus comportamentos.

E em seu livro, Zak George mostra como adestrar um cachorro com amor é possível, desde que feito da maneira correta.

Fonte: dogtime.com

Em geral, esse tipo de treinamento é feito em 4 etapas:

Etapa 1: Definição do Comportamento

Nessa etapa você começa a definir qual o comportamento que quer que seu cão tenha e começa a mostrar para ele que se ele faz isso, ele recebe uma recompensa.

Essa é a etapa que você precisa mostrar com clareza o comportamento correto para o seu cão.

Por exemplo, se você quer ensinar o seu cão a sentar, você precisa deixar bem claro isso para ele.

Cães aprendem apenas com estímulos de curto prazo. Ou seja, se ele fez alguma coisa correta, você precisa recompensá-lo na mesma hora, para que ele entenda que aquilo foi o que você pediu.

Quanto mais estímulos você dá, mais fácil o cão vai se lembrar daquele comportamento.

Por exemplo, quando você diz “senta“, o que está fazendo é dando um estímulo sonoro para que ele entenda que quando você diz isso, você quer que ele se sente.

É claro que o cão não vai entender a palavra “senta” logo na primeira tentativa. Então, o que você pode fazer é: toda vez que o cão se sentar, você dá um petisco e logo em seguida diz “senta“.

Assim, ele vai entender que toda vez que ele ouve a palavra senta ele precisa se sentar e ele vai ganhar um petisco.

Assim que ele entender, ele vai começar a assimilar a palavra senta com, de fato, se sentar.

Então, assim que você disser “senta“, ele começará a entender o que ele precisa fazer para receber o petisco.

Aqui, você pode utilizar palavras frases de reforço para mostrar que ele se comportou da forma com a qual você gostaria, como por exemplo, “bom garoto!” ou “boa!”. E lembre-se: sempre utilizando a linguagem corporal e a entonação à seu favor, já que ele reconhecerá isso.

Um outro equipamento que você pode ajudar nessa tarefa é o Clicker.

O Clicker nada mais é do que uma espécie de item pequeno que quando você aperta um botão ele emite um som constante de “clique”.

Ou seja, com o Clicker, você dará outro estímulo para ajudar seu cão a entender que ele acabou de se comportar da forma com a qual você queria.

Dessa forma, a ordem ficaria: você diz a palavra “senta”, o cão se senta, você aperta o Clicker e logo em seguida dá o petisco.

Ou seja, o seu cãozinho vai começar a entender que toda vez que você diz a palavra “senta”, ele precisa se sentar. E o Clicker mostra que ele tomou o comportamento certo e por isso está recebendo uma recompensa, que é o petisco.

Se ele não faz o que é pedido, ele não recebe a recompensa, você ignora o cão por alguns segundos e tenta novamente.

Até que ele tenha aprendido.

Etapa 2: Aperfeiçoando e Inserindo Outros Estímulos

Essa etapa é onde você começa a variar através de diversos estímulos, para fazer com que o comportamento que você queira se torne um hábito.
Aqui, você vai começar a colocar o seu cãozinho em diversas situações que possam tirar a atenção dele.

Como por exemplo, começar a pedir para ele sentar-se quando tiver próximo de outras pessoas ou cães.

Pedir para ele se sentar antes de receber a vasilha de ração.

Esses outros estímulos fará com que ele entenda que aquele comando não serve só para uma situação em que você está sozinho com seu cachorro em um ambiente silencioso. Mas que também servirá para qualquer situação.

Experimente utilizar outras recompensas aqui também, como por exemplo, brinquedos, brincadeiras com você, etc.

Aqui, se você começou usando um Clicker para te auxiliar, comece a tirar o Clicker e recompensar somente com palavras agora.

Etapa 3: Aplicando o Comportamento Ao Dia a Dia

Nessa etapa, o comando seguido do comportamento já deve estar quase perfeito.

Nessa etapa, é que você vai fazer com que o comportamento se torne um hábito para o cão.

Ou seja, em todo momento que o cão queira algo do ambiente no qual você controle, ou seja, a comida, os brinquedos, sair para passear, etc.

Você vai estimular que ele tome o comportamento que você deseja.

A regra aqui é: “vou te dar o que você quer, se você fizer o que eu quero”.

Assim, o cão vai começar a transformar esse comportamento em um hábito. O que vai tornar sua vida muito mais fácil daqui para a frente.

E é aí que entramos na etapa 4.

Etapa 4: Tornando o Comportamento Um Hábito

Nessa etapa, o comportamento já vira um hábito para o cão.

É nessa etapa que você verá que seu cão já começará a tomar comportamentos mesmo sem receber a recompensa por ele. Pois ele virou um hábito.

Claro, é recomendável que, vez ou outra, você lembre o seu cão que ele recebe uma recompensa por tomar aquele comportamento.

Então continue recompensando de tempos em tempos. Isso vai fazer com que seu cãozinho nunca perca o hábito bom que ele acabou de adquirir.

Alguns Equipamentos Que Podem Te Ajudar a Adestrar Um Cachorro

Clicker

 

Como citado aqui no artigo, um Clicker pode se tornar uma excelente ferramenta para te ajudar a adestrar um cachorro.

O Clicker tende a funcionar muito bem devido a consistência da intensidade sonora que ele emite ao você pressioná-lo.

Ou seja, ele nunca vai variar, o que vai facilitar o entendimento do seu cão de que aquele som, naquela intensidade, vai ser seguido de uma recompensa.

Então, ele ajuda muito a acelerar o processo de adestramento, já que, quando você emite uma frase de reforço positivo como “bom garoto!”, às vezes pode sair um “boooom garoto!!!”, com uma intensidade diferente da primeira.

Assim, o cão tende a demorar um pouco mais para assimilar isso como uma coisa boa.

Guias e Coleiras

Coleiras e Guias podem te ajudar muito a adestrar seu cão, dependendo do comportamento desejado.

Como por exemplo, ensinar seu cãozinho a passear na coleira sem ficar te puxando desenfreadamente.

Ou quando você quer ensinar um determinado comportamento em locais diferentes, a coleira ou a guia vai te ajudar a segurar seu cão para que ele não fuja de você enquanto está em processo de adestramento.

Existem algumas coleiras e guias utilizadas para adestramentos baseados em punição também.

Por exemplo, a coleira anti-latido, que pune o cão toda vez que ele tem o comportamento de começar a latir.

Essas coleiras variam entre, dar choques no cachorro ou emitir sons irritantes ao cão.

Entre outros tipos de coleiras utilizadas para correções de comportamentos, que não são aconselháveis sem o acompanhamento próximo de um profissional.

Petiscos

Fonte: https://animalwellnessmagazine.com

Os petiscos são peças fundamentais para adestrar um cachorro.

E aqui, você pode utilizar petiscos já prontos, comprados em petshops, ou até mesmo comidas mais naturais, como pedaços de carne de frango, carne bovina, presunto, etc.

Aqui, é importante você tomar muito cuidado com a qualidade dos petiscos que você dá para o seu cãozinho, pois alguns podem ser prejudiciais à saúde dele.

Consulte o veterinário do seu cachorro, para saber quais são os petiscos ideias específicos para ele.

Brinquedos

Assim como petiscos, brinquedos também são equipamentos imprescindíveis para um bom adestramento.

Você também pode utilizar brinquedos para recompensar um comportamento que você considera como correto do seu cão.

Ou pode utilizar brincadeiras, como a do “cabo de guerra” para manter seu cão engajado com o adestramento.

Alguns brinquedos que podem te ajudar aqui são: cordas para mordidas, bolinhas para cães, bichinhos de pelúcia para cães, etc.

Uma dica importante é nunca deixar todos os brinquedos disponíveis para o seu cachorro.
Principalmente aqueles que ele mais gosta.

Sempre entregue os brinquedos após um comportamento que você considera como correto.

Isso fará uma grande diferença à longo prazo para tornar seu companheiro cada vez mais obediente.

O Que Você Pode Fazer Ao Aprender Como Adestrar Um Cachorro

As possibilidades são gigantescas, quando se trata de adestrar um cachorro.

Para se ter uma ideia, é possível até ensinar um cão a buscar alguma coisa na sua geladeira para você, como cerveja:

Porém, não entenda errado. Adestrar um cachorro não se trata de transformar ele em um escravo e muito menos tirar a natureza dele, como já citado aqui no artigo.

Muito pelo contrário.

Cães sempre foram muito motivados pelo trabalho.
Eles adoram ter tarefas para fazer.

Um dos maiores motivos dos cães se comportarem mal é o tédio.

Se seu cão está entediado, ele vai buscar coisas como: morder sapatos, morder móveis, cavar jardim, sair pela casa com um rolo de papel higiênico, etc.

Agora, se ele tem tarefas e gasta a energia com essas tarefas mais produtivas, ele se torna um cão mais feliz e amigável.

E adestrar um cachorro pode te ajudar muito com isso.

Geralmente, as coisas mais comuns que as pessoas procuram para adestrar um cachorro é eliminar alguns maus comportamentos.

São 6 os mais comuns:

Os 6 Comportamentos Mais Comuns e Irritantes Nos Cachorros Que Talvez Você Queira Corrigir

1 – Como Fazer o Cachorro Parar de Latir Demais

Fazer o cachorro parar de latir é um dos comportamentos mais procurados por donos de cães para a correção.

E não é por menos. Quando se tem um cão que late demais, isso pode tornar o convívio bem irritante com o seu melhor amigo.

Nós da Cachorros Incríveis preparamos um artigo completo sobre Como Fazer o Cachorro Parar De Latir, que você pode ler aqui:

ARTIGO RECOMENDADO: 3 Maneiras De Como Fazer o Cachorro Parar De Latir

2 – Como Ensinar o Cachorro Fazer As Necessidades No Lugar Certo

Esse talvez seja o comportamento Número 1 que donos de cachorros querem corrigir.

Afinal, não tem nada pior do que ter a casa toda cheia de xixi e cocô e fedendo.

Então, o adestramento de cachorros pode te ajudar a corrigir, definitivamente, esse comportamento e fazer com que o cachorro faça as necessidades no lugar certo

Quer aprender os passos aprender Como Ensinar o Cachorro a Fazer As Necessidades No Lugar Certo? Leia este artigo completo que fizemos:

Artigo: Como Ensinar o Cachorro a Fazer As Necessidades No Lugar Certo

3 – Como Fazer o Cachorro Parar De Pular Nas Pessoas

Outro comportamento bem procurado por donos de cães é como fazer o cachorro parar de pular nas pessoas.

E esse comportamento também envolve terceiros, e às vezes, quando o cão é de porte grande, pode acontecer de machucar outras pessoas.

E claro, o seu cão não faz isso por mal. Muitas vezes, ele faz por ter ansiedade demais para se relacionar com outros seres humanos.

E claro, isso pode ser completamente corrigido através do adestramento.

4 – Como Fazer o Cachorro Parar De Morder

Quem nunca teve Móveis, Sapatos e Itens completamente destruídos pelo seu melhor amigo?

O comportamento de morder coisas que eles não deveriam morder, também pode ser corrigido através do adestramento.

Agora, se ele, além disso, morde pessoas, saiba que esse comportamento também pode ser corrigido.

De novo. Tudo através do adestramento.

5 – Como Fazer o Cachorro Parar De Cavar o Jardim Ou Quintal

Como citado, cavar o jardim ou o quintal da sua casa é um outro comportamento dos mais indesejados por donos de cães.

E isso geralmente acontece porque o cão está entediado e precisa gastar a energia com alguma coisa.

Então existem diversas técnicas de adestramento para evitar e corrigir esse tipo de comportamento.

6 – Como Fazer o Cachorro Parar De Chorar

Esse é um dos comportamento mais buscados, principalmente por donos de filhotes de cachorro.

Quando o cãozinho é separado da mães e ele passa a conviver em um local bem desconhecido por ele, ele tende a chorar em busca de proteção.

Isso pode acontecer com cães mais velhos também, que podem tomar esse comportamento em busca de atenção de seus donos.

E de novo. Esse é outro comportamento que pode ser corrigido através de adestramento

Quer corrigir outro comportamento? Nos diga qual nos comentários no final desse post.

Outro motivo pelo qual as pessoas mais querem aprender como adestrar um cachorro é para ensinar truques e melhorar a comunicação entre cão e dono.

Veja alguns dos truques mais buscados:

7 Truques Simples Que Vai Fazer Seu Cachorro Parecer Um Super Cão Para Seus Amigos e Familiares

1 – Como Ensinar o Cachorro Sentar

Ensinar o seu cão a sentar é um dos truques mais simples que você pode ensinar. E por ser tão simples, ele geralmente é o primeiro a ser ensinado por adestradores profissionais.

Isso pode fazer com que aumente mais o nível de comunicação com o seu cachorro

2 – Como Ensinar o Cachorro Deitar

Ensinar o cachorro a deitar também é um truque simples e que pode te ajudar na correção de diversos comportamentos.

Como por exemplo: você pode usar isso para uma outra variação de ensinar seu cão a deitar na caminha ou na casinha, quando você tem um trabalho importante para fazer ou entregar e precisa que ele fique em silêncio.

3 – Como Ensinar o Cachorro Ficar

Ensinar o cachorro a ficar é um dos truques “salva-vidas” e um dos que você, definitivamente, deveria ensinar o seu cachorro.

Imagine uma situação hipotética em que você está passeando com o seu cão e de repente a coleira escapa e ele sai correndo para o meio de uma rua movimentada.

Principalmente cães que não estão acostumados com a rua, isso pode ser uma situação de extremo perigo para ele.

Então, ensinar o cachorro a ficar, pode, literalmente, salvar a vida dele em situações como essa.

4 – Como Ensinar o Cachorro Dar a Pata

Ensinar o cachorro a dar a pata é um dos truques simples mais admirados por pessoas que assistem enquanto você e seu cachorro estão fazendo isso.

E é um truque relativamente simples de ser ensinado.

Bastando muita repetição e paciência, seu cachorro, em pouco tempo, vai se tornar um verdadeiro cavalheiro, comprimentando todo mundo.

5 – Como Ensinar o Cachorro Rolar

Ensinar o cachorro a rolar é um truque bem admirado também.

Embora seja um pouco mais complexo para o cão, ainda continua sendo simples de se ensinar.

É um truque que vai diferenciar seu cão de outros, como um cão extremamente experto.

6 – Como Ensinar o Cachorro Fingir De Morto

Ensinar o cachorro a fingir de morto é uma variação entre deitar, rolar e ficar, já que o cão precisa deitar, dar meia volta rolando e ficar parado.

Embora seja mais complexo do que os outros, é um dos mais divertidos de se ensinar.

Principalmente quando você usa frases e gestos de gatilhos como um “PAHH!!” e aponta uma arma de mentira feita com os dedos para o cão.

Quando ele finge de morto após isso, você vai ver a expressão de espantados de outras pessoas ao redor, vendo o quanto seu cãozinho é inteligente!

7 – Como Ensinar Seu Cachorro a Pegar a Bola

Ensinar o cachorro a pegar a bolinha é um truque relativamente fácil de se ensinar, já que, praticamente todos os cães têm isso como instinto.

Ensinar ele a pegar a bolinho e brincar com ele, pode fazer com que você, automaticamente corrige diversos comportamentos destrutivos, como:

  • morder estragar objetos e sapatos
  • cavar jardim ou quintal
  • correr desenfreadamente pela casa
  • etc…

Pois a brincadeira vai fazer com que o cão gaste energia “trabalhando” em pegar a bolinha e não fique entediado a ponto de destruir coisas que ele não deveria.

Portanto, invista em ensinar isso ao seu melhor amigo.

Truques Um Pouco Mais Avançados

Existem outros truques mais avançados que você pode ensinar ao seu cão, como:

  • Saltar;
  • Andar sobre duas patas;
  • Girar entre suas pernas;
  • Andar somente com as patas da frente;
  • Abrir ou fechar portas;
  • etc.

Porém, tudo começa com ensinar os truque mais básicos primeiros, para aumentar o nível de comunicação entre você e seu cachorro.

E depois, ir passando para os níveis mais avançados, se você quiser.

Afinal, você terá muitos anos para isso, já que a vida de um cachorro tende a ser bastante longa.

Adestrando Um Cachorro Para Guarda

Outro grande motivo para se adestrar um cachorro, é para fazer com que ele trabalhe como cão de guarda ou farejador.

Geralmente é utilizada algumas raças específicas de cães para esse tipo de trabalho.E os treinamentos tendem a ser mais imersos.

Outros Motivos Para Adestrar Um Cachorro

Alguns outros motivos pelo qual as pessoas buscam adestrar um cachorro é para servir de cão guia, cães terapêuticos, cães de caça, etc.

Esses são motivos mais específicos e que reforçam muito o quão nossos cachorros são incríveis e nossos melhores amigos.

Eles adoram trabalhar com seres humanos.

Conclusão

Não importa o motivo pelo qual você queira saber como adestrar um cachorro, a verdade é que, é altamente recomendável que você faça isso, mesmo que por conta própria.

Pois, como explicado no post, isso pode melhorar o convívio do seu cão com você e com a família e, também, pode salvar a vida do seu cão.

Muita gente acaba doando ou abandonando cães por eles terem comportamentos indesejados pelos seus donos. E isso deve-se por dois motivos:

Motivo 1: essas pessoas não têm consciência de como adestrar um cachorro e acham que aqueles comportamentos são irreversíveis.

Motivo 2: as pessoas até sabem que poderiam adestrar um cachorro, porém custaria caro contratar um profissional para fazer isso e não sabe que poderiam fazer por conta própria.

Portanto, agora que você já sabe que esses dois motivos são MITOS, você pode hoje mesmo começar o adestramento do seu cachorro e torná-lo uma companhia ainda melhor para você e para sua família.

E para ajudar outras pessoas que ainda acreditam nesses MITOS, me ajude compartilhando este post com seus amigos.

Se o seu compartilhamento surtir impacto em 1 ou 2 pessoas, você pode ter acabado de salvar a vida de um cãozinho que não tinha culpa e que poderia ter sido abandonado pelos seus donos.

E quanto mais pessoas se conscientizarem disso, mais terá valido a pena escrever este artigo completo com mais de 5000 palavras, 15 Imagens e quase 2 horas de vídeos complementares.

E se você gostou de tudo que leu até aqui, e quer compartilhar sua experiência ao adestrar o seu melhor amigo, não esqueça de deixar um comentário logo aqui abaixo e participar da nossa comunidade de pessoas com Cachorros Incríveis! 🙂

Um AUbraço! E até o próximo post!